Como escolher uma televisão

Como escolher uma televisão

Das melhores às piores… o guia definitivo para escolher a melhor televisão para o seu bolso.

Com a evolução da tecnologia, a oferta e a escolha começa a ser cada vez maior e mais variada. Aprenda a escolher a televisão certa para si.

Sabe como escolher uma televisão? Já lhe explicaram a diferença entre as televisões LCD e de LED? E o tamanho? Qual será mais indicado para si? É importante adequar a televisão às suas condições e às suas necessidades… e às das sua família também, claro!
 

1. Diferentes tipos de televisões

 

LCD

As televisões de tecnologia LCD (cristais líquidos) vieram substituir as antigas televisões de CRT (tubos de raios catódicos). De espessura fina, maior portabilidade, qualidade de imagem e menor consumo energético, foram o grande passo dado no mundo das televisões.
 

LED

Esta nova tecnologia surge já após os LCD. A filtragem da luz é melhor do que os LCD e, por isso, as imagens que aparecem no seu ecrã, tanto ao nível da definição como das cores, também são melhores. Recentemente, surgiu a versão OLED, uma versão otimizada desta tecnologia e que promete ser a próxima grande tecnologia do mundo das televisões. Mas ainda bastante cara…
 

Curvadas

Também já se começam a ver algumas televisões curvadas. O objetivo é tornar a experiência televisiva cada vez mais imersiva e real, uma vez que os nossos olhos captam até 180 graus daquilo que se encontra à nossa frente. Porém, pode existir um grande contra nesta opção… Embora seja indicada para quem vê de frente, que está a olhar para a televisão de lado pode perder alguma coisa do seu canto do ecrã. Até que ponto partilha a sua televisão?
 

Smart TV

As novas televisões Smart podem vir a ser a sua nova maneira de aceder à internet. Os menus interativos, similares aos dos tablets, permitem aceder à redes sociais, à sua conta de email, ao browser… Porém, a navegação dentro destes menus ainda não é a melhor, uma vez que o obriga a utilizar o comando da televisão para tal. Nada como comprar um teclado e um rato que se ligam à televisão. Para além disso, as televisões Smart também permitem ver streams de filmes, séries, jogos…
 
FIQUE ATENTO:
Se quer receber mais notícias gratuitas como esta, basta registar-se no E-Konomista. Toda a informação sobre tecnologia actualizada ao minuto.

2. Definição de imagem

 

HD

As televisões com definição de imagem HD devem servir para uma qualidade de imagem de 720p e para uma resolução de ecrã de 1366x768 pixéis. Existem, também as Full HD com uma resolução que sobre para os 1920x1080 pixéis. Atualmente, não o aconselhamos a comprar melhor do que isto para as utilizações corriqueiras. Até porque as emissoras nacionais têm demorado a adaptar-se à nova tecnologia… E não lhe vale de muito ter uma televisão HD se o sinal transmitido está longe de ser HD. É como comprar um terreno do tamanho de um campo de futebol quando só lhe dão material para construir um pequeno casebre. Não vale mesmo a pena! A não ser que queira comprar uma televisão para largos anos! Aí, é aconselhável HD, Full HD ou ainda mais…
 

Ultra HD e 4K

Multiplique a resolução do Full HD por quatro e chega à capacidade do Ultra HD: 3840x2160 pixéis. Uma definição de imagem enorme. A tecnologia 4K é apenas um pequeno incremento do Ultra HD com a resolução a aumentar para 4096x2160 pixéis. Apesar de ter sido dada a conhecer ao público o ano passado, a adaptação do público a esta tecnologia ainda está longe de ser bem consolidada. E não há tempo previsto para que ela comece a ser banal, apesar de já se pensar em 8K. Tenha calma, não vale a pena escolher tecnologias tão desenvolvidas se só daqui a um bom par de anos é que vai conseguir aproveitar-se das máximas potencialidades das mesmas.
 

Refresh Rate

Podíamos fazer uma tradução grosseira e falar-lhe em taxa de atualização. Esta característica em particular é expressa em Hertz (Hz) e permite-lhe saber quantas vezes é que a imagem aparece no ecrã, por segundo. Procure algo à volta dos 120 Hz. Maior refresh rate depende daquilo que procura para a sua televisão. E se quer começar a ver filmes em 3D, procure algo lá para os 240 Hz…
 

3. Tamanho do ecrã

Atualmente, as televisões com um ecrã de 32 polegadas já começam a ser o mais banal o seu quarto. Já para a sua sala de estar, algo acima das 40 polegadas. O tamanho indicado para o dia-a-dia, para ter a televisão ligada a qualquer altura, para se sentar no sofá e ver o filme de domingo à tarde… Mas se está a pensar passar muito tempo em frente à televisão, pode sempre optar por uma televisão maior. A escolha depende apenas de si e das suas necessidades. Quanto maior o ecrã, mais imersiva poderá ser a sua experiência… mas o seu bolso pode não gostar disso! Pense muito bem antes de comprar qual o melhor tamanho para si.
 
Pretende pendurar a televisão na parede? Não vale a pena comprar uma televisão muito grande se depois a sua parede não aguenta com tanto peso!
 
Vai ligar o home cinema? Veja se a televisão está preparada. Quer ligar o computador através de HDMI ou os seus velhos aparelhos analógicos? Veja lá se ainda quer usar aquele reprodutor de cassetes ou aquela velhinha consola que ainda hoje gosta de jogar. A televisão precisa de ter as entradas certas para o conseguir.
E o Home Cinema? Quer ligar o seu sistema Home Cinema à televisão ou o sistema de som integrado da televisão chega-lhe?
 
Tantas coisas para pensar. Mas basta seguir este guia para perceber um pouco mais de televisões. Faça sempre a melhor compra!
 
Veja também: