Como estudar: 16 sugestões práticas

Não sabe como estudar? Veja sugestões práticas para promover a aprendizagem. Descubra alguns conselhos úteis e prepare-se para testes e exames. 

Como estudar: 16 sugestões práticas
Estratégias para estudar de forma mais eficiente

Existem inúmeros fatores favoráveis e desfavoráveis ao estudo, frequentemente relacionados com a motivação e a concentração do aluno, a planificação do trabalho, o ambiente de estudo, entre tantos outros. Para além dos conteúdos programáticos e das atividades realizadas em sala de aula, é importante saber como estudar. Apresentamos sugestões práticas neste artigo.

Cada estudante tem, evidentemente, os seus próprios métodos de estudo, embora existam estratégias e atitudes benéficas que podem ser aplicadas à maioria dos alunos. Por isso, propomos-lhe um conjunto de sugestões e boas práticas para que a hora de estudo seja melhor organizada - e mais eficaz.  
 

Como estudar: algumas estratégias

1. Escolha um local adequado para o tempo de estudo: de preferência, um lugar sossegado, bem iluminado e arejado, minimamente organizado, confortável e favorável à concentração;

2. Mantenha uma agenda pessoal para a gestão e organização do tempo de estudo, para que possa deixar registados os trabalhos de casa, as datas de testes e exames e outras informações relevantes. Estabeleça um horário semanal, por exemplo;

3. Planifique atempadamente o trabalho. Essa planificação não deve ser demasiado rígida (há sempre lugar para imprevistos);

4. Durma, em média, oito horas diárias e mantenha bons hábitos alimentares;

5. Estude com regularidade e não adie as tarefas, que tornar-se-ão cada vez mais urgentes, criando ansiedade e pressão. Organize-se e não deixe que o trabalho fique acumulado;

6. Esclareça as dúvidas junto de professores, explicadores ou, eventualmente, outros colegas de turma;

7. Cultive o hábito da leitura e da escrita, particularmente nas disciplinas de português e línguas estrangeiras. Leia as obras recomendadas e outros textos de apoio. Acredite que vale a pena a dedicação;

8. Tire apontamentos durante as aulas, de forma legível, clara e organizada. Elabore esquemas, tabelas e resumos que facilitem a compreensão dos conteúdos programáticos. Sublinhe as informações mais importantes;

9. Faça pequenos intervalos durante o estudo para descontrair. Não esqueça que, no seu horário, deve haver espaço para atividades de estudo, mas também para atividades de lazer;

10. Consulte a bibliografia recomendada pelos professores e recorra a outros materiais de apoio;

11. Leia atentamente e devagar os textos e as perguntas de interpretação. Recorra a um dicionário sempre que achar necessário;

​12. Tente antecipar as perguntas que poderão, eventualmente, surgir nos testes ou nos exames, respondendo adequadamente a cada uma. Preste atenção à caligrafia, à ortografia e à acentuação;

​13. Não esqueça que é mais importante compreender o sentido de um determinado assunto do que uma memorização mecânica. De qualquer das formas, há técnicas de memorização úteis: ler ou escrever várias vezes uma determinada informação; associar palavras-chave a certos tópicos; elaborar pequenas listas ou explicar os conteúdos a outro colega;

14. Valorize positivamente o estudo, o esforço dedicado e a persistência;

15. Crie momentos de distração e de lazer com os amigos, depois de um período de estudos;

16. Finalmente, avalie com alguma regularidade o seu próprio trabalho e os resultados do tempo de estudo. Se alguma tarefa ou algum conteúdo programático representar um obstáculo ou dificuldade, procure apoio junto dos professores e explicadores.

Veja também: