Como evitar a queda de cabelo no outono

Depois de pentear o cabelo, já se deparou com o aumento de fios que ficam no pente ou na escova? Descubra que cuidados podem evitar a queda de cabelo.

Como evitar a queda de cabelo no outono
No outono não caem só as folhas

O fim do verão e a chegada do outono pode causar maior queda de cabelo do que na restante época do ano, a que se chama queda de cabelo sazonal. Esta ocorrência acompanha um fenómeno natural que acontece, ciclicamente, todos os anos, que é a queda das folhas e dos frutos.

Durante o verão, o cabelo e o couro cabeludo sofreram agressões pelo vento, água dura, água salgada, piscinas, excesso de sol na cabeça sem proteção e lavagens muito frequentes, enfraquecendo a raiz e a qualidade dos fios.

No outono, a diminuição da temperatura e incidência dos raios solares fazem com que os folículos dos fios de cabelo fiquem mais contraídos, dificultando a absorção de vitaminas, entre elas a vitamina D. A cor e o brilho ficam também menos acentuados.

A saúde do cabelo é determinada por um processo de renovação constante e estável que faz com que, diariamente, se percam cerca de 50 a 100 fios de cabelo num total de 100 mil a 150 mil fios.

O cabelo que perdemos diariamente corresponde ao encerrar de um ciclo que vai dar origem a novos cabelos. Esta queda normal não significa que exista algum problema com a saúde do cabelo.

Como prevenir a queda de cabelo acentuada?

Nesta altura do ano, convém não descurar os cuidados básicos:

  • Use champô e condicionador adequado ao tipo de cabelo;
  • Não durma com o cabelo molhado;
  • Não prenda o cabelo molhado;
  • Modere os tratamentos agressivos como alisamentos, pinturas, permanentes, secador e pranchas quentes modeladoras;
  • Após o verão, elimine as pontas duplas e partes quebradiças com um corte regenerador;
  • Evite lavar o cabelo com água muito quente.

cuidar do cabelo

O stress afeta a saúde do cabelo?

Sem dúvida! A queda de cabelo por stress está comprovada. Durante os períodos de muita tensão e ansiedade, os sistema circulatório periférico fica alterado, prejudicando a nutrição da região capilar e a fixação dos fios de cabelo, causando a queda prematura.

Por outro lado, o stress aumenta as possibilidades de oleosidade capilar, promovendo a caspa e consequentemente a queda de cabelo.

Quais os alimentos a ingerir?

O fornecimento dos nutrientes essenciais ao fortalecimento do cabelo através de uma alimentação equilibrada, rica em ferro, minerais, proteínas e vitaminas, principalmente vitamina E.

  • Peixes, cenouras e ovos;
  • Frutas, legumes e verduras frescas, como brócolos e espinafres;
  • Mel;
  • Cereais integrais;
  • Azeite virgem extra;
  • Nozes e amêndoas;
  • Abacate;
  • Alcaçuz, extrato líquido ou seco;
  • Capuchinha, folhas;
  • Manjericão.

lavar cabelo

Quais as máscaras à base de ingredientes naturais?

Pode aplicar diretamente no cabelo e couro cabeludo:

a) Uma mistura de óleo da semente do abacate e óleo de manjericão. Deixar atuar 20 minutos e lavar com champô.

b) Uma mistura de gema de ovo com azeite extra virgem e sumo de limão diluído em água. Deixar atuar 20 minutos e lavar com champô.

c) Aloé vera, o gel liquido e viscoso da parte interior da folha, friccionando bem no couro cabeludo e deixar atuar 1 hora seguido de lavagem com champô. O gel puro pode também adquirir em bisnaga numa ervanária.

Veja também:

Ana Luisa Santo Ana Luisa Santo

Enfermeira especializada em acupuntura e medicina tradicional chinesa. É uma apaixonada pela saúde natural e terapias alternativas, explorando ativamente formas seguras de cuidar a saúde e o bem-estar. Trabalhou no Serviço de Cuidados Intensivos do Hospital Geral Santo António, Porto. Atualmente trabalha na consulta de acupuntura do Hospital da Lapa. Docente no Instituto Jean Piaget. Enfermeira voluntária na AMI.