Como funciona uma caixa automática?

Sabe como funciona uma caixa automática? O sistema é complexo, mas fascinante, e vale a pena conhecê-lo, nem que seja apenas por curiosidade

Como funciona uma caixa automática?
Conheça melhor o seu carro

Para muitos condutores a caixa automática é uma pequena maravilha que os ajuda a conduzir sem terem de ter grandes preocupações com as mudanças, sendo que alguns estranham a falta do pedal de embraiagem quando passam de uma caixa manual para uma automática. Por trás destas pequenas maravilhas não há qualquer tipo de magia, apenas um sistema extremamente bem concebido.
 

Como funcionam?

A verdade é que existe mais de um tipo de caixa automática, mas neste artigo vamos focarmos apenas no mais popular, a dita caixa convencional, que conta com a ajuda de um conversor de binário

A embraiagem funciona através de um sistema hidráulico, em que existem dois pratos esféricos ligados ao motor que no seu interior contêm um óleo especial, que é centrifugado, quase como acontece com uma varinha mágica.. Ao começarmos a acelerar, o motor obriga um dos pratos a rodar, o que centrifuga o óleo o que acaba por fazer com que o prato ligado à caixa automática comece também a circular.

Neste tipo de caixa automática (epicicloidal) temos uma cremalheira planetária e três outras satélites unidas por um prato comum. Quando há uma força que provoca o movimento num elemento, este provoca-o no outro.  De acordo com a fonte do movimento no mecanismo, teremos mudanças que vão proporcionar maior velocidade, ou mudanças que vão proporcionar maior força ao veículo.

Para melhor entender o funcionamento de uma caixa epicicloidal poderá ver esta animação, que demonstra as diferenças do comportamento do mecanismo quanto a diferentes mudanças.

Note que esta é uma explicação bastante simplificada do seu funcionamento, pois a sua complexidade exige até que existam cursos específicos para e conhecer integralmente o seu funcionamento.
 

Diferenças na condução

Antes de conduzir um carro automático deve sempre ler o manual de instruções, pois são nele referidas especificardes quanto à utilização do carro que podem vir a ser-lhe muito úteis. 

As posições mais comuns num carro automático são:
  • P (Park) – A utilizar quando o veículo está parado
  • R (Reverse) – Para fazer marcha atrás
  • N (Neutral) – Correspondente ao ponto morto
  • D (Drive) – Posição utilizada para conduzir

Existem outras posições, como o S (Sport), mas nem todos os veículos as têm. Em carros automáticos existem apenas pedais para acelerar e travar, sendo que nunca acontece termos de utilizar os dois ao mesmo tempo. Como tal, não usamos o pé esquerdo quando conduzimos. Ao conduzir-se utiliza-se apenas a posição D (Drive).


Veja também: