AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Como lidar com um chefe difícil

Encontrar um chefe difícil é mais frequente do que possa pensar. O importante é saber como lidar com a situação. Veja como.

Como lidar com um chefe difícil
Já não sabe como aguentar o seu chefe?! Calma, nem tudo está perdido.

Chefe difícil? Sim, é real! E desengane-se quem acha que nunca vai ter problemas no trabalho.
No trabalho, tal como na vida pessoal nem sempre as coisas correm da melhor forma.
Personalidades ou backgrounds diferentes podem influenciar as interações no seio das equipas de trabalho. 
 
O bom ambiente de trabalho é, sem dúvida, fundamental e tem uma influência direta nos níveis de produtividade e satisfação dos trabalhadores. Mas nem sempre é possível. E muitas das vezes estas relações mais complicadas implicam os superiores hierárquicos. 
 
Afinal, quem nunca ouviu um amigo queixar-se das chefias?! Verdade, todos nós a certa altura ouvimos a frase: “odeio o meu chefe!” (ou fomos mesmo nós próprios a dizê-lo). 
 
Quando as relações complicadas envolvem diretamente as chefias diretas é importante perceber as implicações que daí podem surgir. As estatísticas revelam que em vários países a razão mais comum para um funcionário se despedir do trabalho ou ser demitido é a má relação com as chefias. Portanto, se tem um chefe difícil não desanime, o importante é saber como contornar a situação. As palavras-chave aqui: COMPETÊNCIA e PROFISSIONALISMO, sempre! 
 

Operação “Fim ao Chefe Difícil” em marcha! 

Não, este não é um texto com uma fórmula mágica para tornar aquele chefe difícil no melhor chefe do mundo. Mas as dicas que lhe deixamos a seguir, podem ajudá-lo a saber ultrapassar as dificuldades. 
 

1. Mantenha um registo de toda a informação e/ou tarefas que lhe sejam atribuídas

Esta é provavelmente a dica mais relevante. Mantenha um registo de todas as suas atividades ou indicações que lhe sejam dadas – sejam através de pedidos diretos ou reuniões. Mais importante, tente que todos os seus pedidos lhe cheguem por escrito ou (caso não seja possível) peça confirmação das instruções e mantenha um registo da evolução do trabalho por e-mail. 
 
Este registo pode ser a sua “salvação” caso surjam problemas. Além de evitar que se esqueça ou perca informação e de o ajudar a cumprir as suas tarefas, pode servir de suporte para eventuais problemas com o seu chefe. 
 

2. Controle as emoções 

Nunca deixe as suas emoções levarem a melhor. Por muito complicado que possa parecer, tente sempre manter a calma. Não deixe que as atitudes do seu chefe o afetem pessoalmente. Lembre-se que a palavra de ordem é Profissionalismo, se deixar as suas emoções tomarem conta de si arrisca-se a perder o controlo da situação e a tomar decisões que podem prejudicá-lo. 
 

3. Seja organizado 

Mantenha um nível de organização elevado, desta forma garante que está sempre pronto a dar resposta a qualquer pedido ou dúvida que o seu chefe possa ter. Além disso, permite-lhe antecipar necessidades e/ou problemas e desta forma preveni-los. 
 

4. Mantenha a sua autoconfiança 

Com ou sem chefe difícil é importante que mantenha sempre a sua autoconfiança. 
Independentemente da relação que tenha com o seu chefe não duvide das suas capacidades. Se trabalha com um chefe difícil, certamente vai ouvir críticas duras ao seu trabalho. Mas não desanime. Seja profissional e dê sempre o seu melhor. 
 

5. Tente perceber as motivações do seu chefe

Por vezes o stress e a pressão no trabalho podem influenciar negativamente as atitudes das pessoas, por isso antes de rotular o seu chefe como um “chefe difícil” tente perceber se existem razões para os comportamentos menos positivos que ele assume. 
 
O seu chefe está sob pressão? Os resultados esperados estão aquém das expectativas? O seu chefe está a descarregar a pressão e as frustrações do trabalho em si? Quanto melhor perceber o que está a influenciar as atitudes do seu chefe, mais preparado vai estar para contornar a animosidade da vossa relação.
 
Veja também: