Guia de Poupança: Receba no seu email GRÁTIS!

O E-book que lhe mostra como começar a poupar agora.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar

Como livrar-se de presentes de Natal indesejados

Os presentes de Natal indesejados já são uma tradição da quadra. Se não sabe o que lhes fazer, nós sabemos!

Como livrar-se de presentes de Natal indesejados
5 Ideias para despachar presentes.

Nós tentamos, a sério que sim, mas os presentes de Natal indesejados teimam em querer fazer parte das festas das famílias portuguesas. Parece impossível mas há mesmo quem ofereça bíblias (daquelas que são brindes de um comprimido de cálcio) a ateus, livros de dieta às primas roliças ou uma lingerie provocante à mulher do melhor amigo.

É estranho mas acontece mais vezes do que seria esperado. O que fazer? Como se livrar destes presentes de Natal indesejados? Em circunstância alguma remate com um “é tão giro mas já tenho” porque, na próxima oportunidade, vai receber um cromo semelhante. Se tem talão de troca pode resolver com um “não é muito o meu género, não te importas que troque, pois não?”.

Para casos mais bicudos em que não tem talão de troca, não tem confiança com a pessoa para o pedir ou, claramente, recebeu um brinde, algo que estava perdido no armário ou uma peça feita pelo próprio de gosto duvidoso, também há solução.
 

5 Formas de despachar presentes de Natal indesejados

 

1. Reciclar os presentes

Recebeu um presente de Natal indesejado mas nem tudo está perdido porque “o lixo de um é o tesouro de outro”, verdade? Se calhar, aquilo que não encaixa no seu perfil, vai fazer outra pessoa muito feliz. Se não tem como ou não lhe apetece trocar, considere reciclar o presente. Mas faça-o na certeza que a pessoa o vai receber vai adorar.

 

2. Fazer dinheiro

“Isto é tão horrível que não é possível que alguém lhe pegue”, pensou. Acredite: é possível e aplica-se a mesma lógica do ponto acima. Se todos gostassem da mesma cor, o que seria do amarelo, não é assim? Se o que recebeu está em condições de ser vendido (mesmo que não esteja pode alguém procurar peças de substituição, pe.), tire boas fotografias, escreva uma descrição detalhada, coloque um bom preço e venda no OLX, no Custo Justo ou nos muitos grupos de vendas no Facebook.

 

3. Trocar por algo melhor

Sim, nós sabemos que não tem talão ou que recebeu algo que já nem se encontra nas lojas mas pode trocar na mesma. Como? Simples. Nas páginas Troca-se, Trocas Online ou nos muitos grupos de trocas no Facebook é possível trocar qualquer artigo, de forma gratuita, por outro que esteja mesmo a precisar.

 

4. Ofereça a quem precisa

Recebeu uma camisola que não tem nada a ver consigo, umas calças que não lhe servem ou um livro de um autor que não aprecia? Não quer perder tempo a tratar de vendas, trocas e julga que não serve a ninguém das suas relações? Ofereça às muitas associações de caridade da sua zona. Por certo fará alguém feliz.

 

5. O efeito boomerang

Os anos passam e a sua tia das Beiras ou aquele amigo forreta continuam a oferecer-lhe brindes duvidosos, peças gastas dos seus armários, jarras esbotenadas, caixas de chocolate rançoso (não, não estamos a inventar) e outras coisas semelhantes? É o chamado presente boomerang que, no próximo Natal, volta ao primeiro remetente. Deve ser remédio santo!


Veja também: