Como manter o orçamento controlado

Saiba como manter o orçamento controlado. Sete dicas úteis para manter as suas contas em ordem.

Como manter o orçamento controlado
Dicas úteis.

Quer manter o orçamento controlado? Conheça sete dicas que o vão ajudar a gerir o seu dinheiro, mantendo uma saúde financeira equilibrada, e a garantir de um futuro melhor.

Manter o orçamento familiar controlado é um aspecto fundamental em qualquer lar e, embora implique disciplina, pode ser alcançado, mesmo para quem não conta com muito dinheiro. Em muitos casos, basta educação financeira. Confira como manter o orçamento controlado.
 

Manter o orçamento controlado — 7 dicas

 

1. Registe e planeie os seus gastos

Pode optar por recorrer a softwares de finanças pessoais (apps), alguns dos quais disponíveis gratuitamente, para o ajudar na tarefa. Mas mais importante que o meio que utilize é fazê-lo. Registe todos os seus gastos e quando é que têm de ser pagos para não ser apanhado desprevenido.
 

2. Contabilize os gastos fixos, os variáveis e os rendimentos

No seu controlo orçamental é importante separar os gastos fixos (água, luz, comida, etc.) dos gastos variáveis (jantares fora de casa, fins-de-semana, etc.) e depois comparar com os rendimentos. Só desta forma poderá encontrar o ponto de equilíbrio do seu orçamento familiar.
 

3. Faça uma poupança mensal

Seja para um fundo de emergência (imponderáveis que possam surgir), seja para cumprir um sonho (viagem, carro, etc.) estabeleça um valor tangível para poupar mensalmente e seja rigoroso no seu cumprimento.
 

4. Controle os gastos por impulso

Evite fazer compras supérfluas (por exemplo, vá ao supermercado já com a lista de compras definidas e não exceda a mesma) e não caia na tentação de usar as suas poupanças para este tipo de compras. Pense antes de comprar.
 

5. Evite o uso do cartão de crédito

E se tiver de o utilizar nunca o faça para efetuar levantamentos de dinheiro. O cartão de crédito pode até ser uma boa ferramenta de apoio quando usado racionalmente, o que não passará pelo denominado cash advance, que implica custos, como taxas de juro e comissões.
 

6. Pesquise preços

Atualmente, fazer a comparação de preços dos supermercados ou dos postos de combustível, por exemplo, é muito fácil. Gaste algumas horas na internet a pesquisar os preços mais baratos (não se esqueça de ponderar, também, as distâncias) e verá que poupa muitos euros que o ajudarão a manter o orçamento controlado.
 

7. Evite novos créditos

Os créditos devem ser evitados para um melhor controlo orçamental. Se uns podem ser inevitáveis, como o crédito à habitação, outros são totalmente desaconselhados, como o denominado “crédito fácil”. 


Veja também: