Como medir o nível do óleo do motor?

Algumas dicas para medir o óleo do motor e tratar bem o seu carro. Se não tomar algumas precauções, pode ter de visitar o mecânico e pagar uma conta (nada) generosa.

Como medir o nível do óleo do motor?
Saiba qual o melhor método a seguir, mas tenha atenção às exceções.

O motor é o coração do automóvel, a peça fundamental que dá vida a todo o conjunto. Enquanto o nosso é alimentado com sangue, que depois é bombeado para todo o corpo, o do carro utiliza o combustível para trabalhar. Mas não só! Há um consumível muito especial que torna todo o processo possível e que, caso acabe, o motor morre.

Falamos do óleo.  O óleo do motor tem um papel importante pois é ele que lubrifica o sistema, permitindo que o motor trabalhe de forma correta, evitando o desgaste. Por tudo isto, deve prestar especial atenção a estes níveis porque alguns motores que consomem muito óleo.


Medir o óleo

Para medir o nível do óleo deve ter em consideração alguns aspetos, caso contrário, pode fazer a medição de forma errada - constatar que tem pouco óleo no motor tendo o suficiente ou vice versa.

Para fazer a medição de forma mais precisa siga alguns passos:

  • deixe o carro a trabalhar durante alguns minutos e estacione-o num local nivelado
  • desligue o carro e deixe o óleo descer totalmente ao cárter (demorará cerca de 3 a 5 minutos)
  • abra o capot do seu carro e retire a vareta do óleo
  • limpe a vareta com um pano seco e volte a colocar
  • retire mais uma vez e analise o nível do óleo está correto

Esta é a forma geral da medição do óleo, contudo verifique sempre no manual de instruções do seu carro a forma mais indicada para a sua viatura, pois pode haver casos diferentes.


FIQUE ATENTO:
Se quer receber mais notícias gratuitas como esta, basta registar-se no E-Konomista. Toda a informação actualizada ao minuto.

Tipos de Óleo

Cada motor tem um óleo específico para si. Há óleos próprios para motores a diesel e a gasolina e há também mistos. Mais uma vez o manual do seu carro é o grande amigo, contudo, com a utilização do seu carro e o passar dos anos vai necessitar de óleos mais espessos.

Há óleos:
  • sintéticos
  • semi-sintéticos
  • minerais

Uns são mais finos, outros mais espessos, respetivamente.


Como funciona?

O óleo está alojado no cárter, um reservatório no fundo do motor, de onde é sugado para lubrificar todo o sistema, desde os rolamentos, os pistões, até ao comando das válvulas, de forma a evitar a fricção do metal. Assim limpa o interior do motor, e evita o desgaste preenchendo os pequeninos espaços vazios. Daí que carros com mais quilómetros e mais antigos utilizem óleos mais espessos.


Veja também: