Não dê descanso ao lazer!

Inscreva-se e receba as melhores dicas e os artigos que realmente lhe interessam.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar

Como passar o Natal sozinho

Está a viver longe de casa? Já não aguenta brigas de família? Seja qual for a razão, se vai passar o Natal sozinho, fique com as nossas sugestões imperdíveis.

Como passar o Natal sozinho
Garantimos que as nossas dicas o vão imbuir do espírito natalício!

Não é que seja comum passar o Natal sozinho, mas muitas vezes acontece. Seja por escolha própria ou por necessidade, tenha por trás razões pessoais ou profissionais, o que é certo é que na nossa sociedade já há muitas pessoas que se veem perante esta situação. E se há quem fique deprimido com tal cenário, muitos outros tendem a encará-lo como uma oportunidade.

É neste último sentido que pretendemos seguir. Afinal, passar o Natal sozinho não precisa de ser um castigo. A nossa ideia aqui é dar-lhe algumas dicas que lhe permitam usufruir deste “presente” inesperado, desfrutando do mesmo da melhor forma possível, com todo o amor e alegria a que tem direito. Esperamos que goste!
 

Sugestões infalíveis para quem vai passar o Natal sozinho

 

1. Adira a 100% ao espírito natalício

A pior coisa que pode fazer é fingir que está noutra altura qualquer do ano, simplesmente porque... é impossível! Vai sempre haver uma decoração no café, uma música no rádio, um filme na TV ou uma pessoa extremamente simpática que lho vão recordar... Assim, se não os pode vencer, junte-se a eles:
 
  • Decore a sua casa, o quarto de hotel, a secretária no trabalho ou qualquer outro local onde vá passar a maior parte do tempo nesse dia. A ideia é mesmo deixar tudo com um ar alegre e festivo, seja com peças compradas, seja com elementos feitos por si próprio.
  • Coloque umas músicas de Natal a tocar, em repeat, todo o dia: não há nada mais adequado para entrar no espírito. Ah, e acompanhe-as, cantando bem alto e testando algumas coreografias! Aqui não há lugar para vergonhas: está sozinho, lembra-se?
  • Aproveite para colocar as comunicações em dia, mandando mensagens natalícias para toda a família, amigos, colegas e conhecidos. Você até pode não estar presente, mas toda a gente se vai lembrar de si!
 
 

2. Mime-se. Não, mais do que isso: estrague-se com mimos!

Tudo bem, vai passar o Natal sozinho, mas o dia não deixa de ser especial. E vai passá-lo com a pessoa mais querida do mundo, aquela que merece mesmo ser muito mimada: você! Assim, não se ponha com poupanças porque “sou só eu”... A ideia é:
 
  • Comprar ou preparar uma refeição absolutamente fabulosa: a melhor posta de bacalhau ou o melhor peru do mundo, cozinhados no mais rico dos azeites e servidos com os mais deliciosos acompanhamentos! Para beber, o champanhe mais caro e inebriante de que tenha ouvido falar. Para terminar, aquele doce verdadeiramente decadente, que o vai disparar para o céu à primeira dentada. Percebeu? Ótimo.
  • Compre para oferecer a si mesmo um presente inesquecível... ou doze. Está a ver aquilo que sempre desejou ardentemente, mas que sempre foi comedido demais para adquirir? Pois, é isso mesmo de que estamos a falar. E mande fazer um embrulho super ostensivo. Coloque debaixo da árvore (sim, vai ter uma árvore) e espere pela meia-noite, com um flute de champanhe na mão...
 
 

3. Defina um objetivo específico para esse dia

A ideia é que não pense no dia de Natal como “tempo perdido”. Nem que a sua meta seja passar o tempo todo em casa, de pijama, a fazer arrumações com um copo de vinho do Porto como companhia, ou a assistir a uma maratona de filmes com um balde de pipocas ao lado, desde que consiga atingi-la, está tudo bem. Pense no Natal como o “seu dia” de descanso, durante o qual vai fazer apenas aquilo que lhe apetecer, nem mais, nem menos.

E se não quiser ficar por casa? Não seja por isso! Fique com algumas ideias:
 
  • Saia do país! Se ficar completamente sozinho nesse dia especial o assusta e pretende afastar-se o mais possível do seu poiso habitual, aproveite a época para fazer uma mini férias: neve, praia, montanha... Não hesite: invista em si e no seu bem estar e reapareça no início de 2016, fresco e pronto para mais um ano de luta, a fazer inveja a muita gente!
  • Passe o Natal com a Natureza. Prepare-se adequadamente e saia para dar um passeio: a pé, de bicicleta, de carro... a ideia é entrar em comunhão com a fauna e flora que o rodeiam, ouvindo os sons, sentindo os cheiros e, acima de tudo, descontraindo. A Natureza é ótima para isso!
  • Ajude os outros. O voluntariado, além de cumprir o objetivo principal de auxiliar outras pessoas com necessidades prementes, é ainda uma excelente experiência pessoal, que nos ajuda a colocar a nossa própria situação em perspetiva. Escusado será dizer que, nesse dia específico, assume um cariz muito mais especial e inesquecível. 
 
 

4. Relaxe e aproveite cada momento natalício

Talvez seja este o ponto mais importante: acima de tudo, quando se vai passar o Natal sozinho, é essencial que haja uma predisposição para aproveitar cada momento. Afinal, por muito maravilhosa que seja, esta época é bastante stressante, com a necessidade de pensar e comprar inúmeras prendas e, muitas vezes, passar tempo com pessoas que dispensávamos bem ter de ver. Assim, veja as coisas nesta perspetiva: nesse dia, você só vai fazer aquilo que quiser. Aproveite essa liberdade e, sobretudo, o silêncio, paz e tranquilidade que traz com ela!


Gostou das nossas sugestões? Das pequenas dicas e conselhos? Esperamos sinceramente que sim e que tenha ficado convencido a colocar muitas delas em prática quando passar o Natal sozinho. Da nossa parte, resta-nos apenas desejar que passe uma festas fantásticas e que aproveite esta oportunidade para viver uma experiência verdadeiramente diferente e inesquecível. Feliz Natal!


Veja também: