Como poupar numa ida à Tailândia

Paisagens e experiências incríveis que parecem só existir nos filmes ou livros. Saiba como poupar numa ida à Tailândia e criar as suas próprias histórias.

Como poupar numa ida à Tailândia
Férias de sonho a preços convidativos

O sudeste asiático é conhecido pelos seus preços convidativos. Mas saber como poupar numa ida à Tailândia permitirá cumprir o seu orçamento e não ter que abdicar de nada que deseje fazer nem de nenhum local que pretenda visitar.

Apesar de ser um país com preços um pouco mais elevados do que os valores praticados nos países vizinhos do Camboja e Vietname, a Tailândia continua a ser um destino bastante atrativo para viajantes económicos, mas que querem aproveitar férias de luxo, gastando apenas uma fração do que gastariam pelos mesmos serviços noutros locais do mundo.

8 dicas para poupar numa ida à Tailândia

poupar viagem tailândiaFonte: Passenger 6A

Da alimentação ao transporte: há pequenas truques que vamos partilhar consigo para saber como poupar numa ida à Tailândia. Confira tudo!

1. Bom planeamento

Como em tudo, se a ideia é poupar, é fundamental um bom planeamento. Especialmente, quando se trata de um destino tão concorrido como a Tailândia.  É importante reservar o voo com pelo menos 5 ou 6 meses de antecedência, para conseguir encontrar preços bem mais baixos e com mais opções de escala.

2. Escolha bem a altura do ano

phuket tailândiaFonte: telegraph.co.uk

Se vai para a costa oeste, ou seja, para Ko Phi Phi/Phuket, o melhor período para viajar é entre os meses de outubro a abril. No entanto, se vai para a costa leste, para Ko Tao/Ko Samui, os melhores meses são entre janeiro a setembro.

3. Moeda

A moeda oficial é o Baht e 1 Baht corresponde a 0,03 euros. A nossa sugestão para conseguir poupar é simples: leve euros e faça a conversão no aeroporto ou em pequenas lojas de rua, onde vai encontrar uma taxa de câmbio mais atrativa.

Descubra os pacotes de férias TopAtlântico para a Tailândia.

4. Regateie sempre

comida tailândiaFonte: phuket.com

Tudo se negoceia na Tailândia, por isso, não se sinta inibido e marralhe o preço até vencer o vendedor pelo cansaço. Faz parte e é possível que estranhem se não o fizer. Dos preços dos táxis, à comida, sem esquecer aos souvenirs que pode comprar nas lojinhas e bancadas de rua, tudo é negociável. Bons negócios!

5. Alimentação

comida tailandesa

Na Tailândia, comer nas barraquinhas de rua é uma experiência imperdível, quer pelos preços, quer por se tratar de comida muito típica. Por estes lados, é possível comer o famoso Pad Thai por cerca de 60 baht, menos de 1,60 euros.

Por sua vez, nos restaurantes simples, o preço de um almoço ou jantar é a partir de 230 baht, cerca de 6 euros. Já nos restaurantes mais sofisticados e requintados, o valor pode chegar aos 30 euros.

6. Lojas abertas 24/7

Não deixe de aproveitar as lojas que nunca fecham, são uma espécie de mini-mercados às quais pode sempre recorrer para encontrar de tudo um pouco. O melhor? Além da comodidade, os preços são incrivelmente simpáticos.

Conheça as ofertas TopAtlântico para a Tailândia. Saber mais >>

7. Transporte em Bangkok

tuk-tuk-tailandia

Fonte: Backyard Travel

Para se deslocar dentro de Bangkok, recorra, sem medos, ao uso dos transportes públicos ou táxis, dependendo do seu orçamento. Os autocarros comuns podem custar apenas entre 7 e 19 baht, entre 0,18 euros e 0,50 euros, dependendo da qualidade e da distância a percorrer.  No que aos horários diz respeito, a maioria das linhas de autocarro circula entre as 5h e 23h.

As viagens de táxi são um pouco mais dispendiosas do que andar de autocarro, mas compensam pela rapidez e conforto (além dos preços estarem a anos luz dos praticados em Portugal). Uma corrida mínima pode custar cerca de 35 baht, apenas 0,92 euros. Contudo, os preços não são tabelados, por isso, o valor a pagar depende sempre do humor do motorista e da sua capacidade de negociação – é aconselhável validar sempre o preço da viagem antes de iniciar a mesma.

Independentemente do transporte público que utilize, peça ajuda no seu hotel ou às pessoas na rua e  tenha sempre o endereço de onde está hospedado anotado em tailandês.

8. Tours e passeios

tour tailândia

Fonte: Melhores Destinos de Viagens

O preço dos passeios pode variar muito dependendo se decide comprar já em Portugal ou diretamente no local e, claro, depende também do operador que escolha, sendo que o teto máximo dos preços se situa nos 90 euros. Vejamos alguns exemplos:

  • Passeio para o Mercado Flutuante de Bangkok: 25€;
  • Passeio para Maya Bay em Speed Boat (partindo de Phuket, com almoço, snorkeling e paragem em Phi Phi): 35€;
  • Tiger Temple e Erawan National Park: 26€;
  • Mergulho em Ko Tao: 22€;
  • Massagem: entre 3,50€ e 7€.

Este verão, vá de férias à Tailândia com a TopAtlântico!

Veja também: