Como reduzir as minhas despesas?

Recorrer a crédito para eliminar o défice orçamental poderá não ser a melhor opção. Em seguida apresentamos algumas soluções que irão ajudá-lo a reduzir as suas despesas e a reequilibrar as suas finanças pessoais.

Como reduzir as minhas despesas?
Atenção aos gastos variáveis!

Para melhorar o controlo das suas finanças pessoais já lhe explicámos em artigos anteriores que a melhor forma de o fazer é definir um orçamento mensal, seja ele pessoal ou familiar. Se depois de efectuar os exercícios propostos constatou que gasta mais do que aquilo que lhe é permitido, atendendo aos seus rendimentos, com certeza já concluiu que se encontra numa situação de défice.

Recorrer ao crédito para poder manter um estilo de vida acima das suas possibilidades poderá não ser a solução ideal, pois embora a curto prazo possa parecer vantajoso, a longo prazo contribuirá para o aumento das suas dívidas. A solução ideal para reduzir ou mesmo acabar de vez com o défice orçamental é cortar nas suas despesas.

 

Em que despesas cortar?

A melhor forma de reduzir as suas despesas mensais é cortar drasticamente nos gastos supérfluos. Como? Reduzindo ou até, inclusivamente, eliminando todas as despesas que são consideradas secundárias. 

Comece por cortar com os gastos em despesas variáveis tais como:

  • jantares sociais;
  • idas constantes ao cabeleireiro;
  • sessões de cinema;
  • refeições na rua;
  • compras de bens não essenciais;
  • diversão;

 

Basicamente, o que deverá fazer é evitar gastar dinheiro em coisas prescindíveis ou mesmo dispensar a prestação de serviços que podem ser realizados por si, facilmente, a partir de casa, como é o caso das refeições, tratamentos de beleza, etc..

Se o seu défice orçamental não é assim tão elevado, o facto de reduzir em despesas consideradas não essenciais será o suficiente para encontrar o equilíbrio na balança das suas finanças pessoais. 

Contudo, o mesmo não é válido quando apresenta um saldo negativo significativo. Nestes casos, é conveniente ponderar alguns aspectos, tais como a redução de dinheiro gasto em despesas consideradas essenciais. Para tal, poderá ser necessário redefinir as suas prioridades e traçar novos objectivos para o seu orçamento.

 

Veja também: