Como reduzir o consumo fantasma de energia

O consumo fantasma representa parte da conta da eletricidade ao final do mês, e ao reduzi-lo vai estar a poupar e a livrar a sua casa de fantasmas

Como reduzir o consumo fantasma de energia
Saiba o que fazer para reduzir o consumo

Proteja-se como consumidor - saiba como e onde pouparComeçar a poupar
Se nunca ouviu falar do consumo fantasma de eletricidade não se preocupe, não tem a casa assombrada com um fantasma a usar a sua máquina de lavar roupa à noite. Este consumo é, no entanto, o consumo energético que eletrodomésticos fazem quando estão ligados à corrente, não estando a ser utilizados. 

O consumo fantasma ocorre sempre que um eletrodoméstico está ligado à corrente. Mesmo que tenha a TV desligada, a máquina de lavar parada e o telemóvel arrumado (mas o carregador ligado), está a desperdiçar energia.
 

O que fazer para reduzir esta assombração

Para reduzir o consumo desnecessário há certas coisas que ajudam e que deve saber. Não se preocupe não vai haver fantasma nenhum atrás de si depois de se ver livre deste tipo de consumo.

 

1. Tire a ficha da tomada

Quando desligar a TV não se limite a carregar no botão do comando, quando carrega o telemóvel não se limite a tirar o telemóvel e deixar o carregador, e por aí fora. Ao fazer isto, o carregador e a TV continuam a consumir energia que está, pura e simplesmente, a ser desperdiçada – isto é dinheiro a sair do seu bolso. 

Faça o mesmo com todos os eletrodomésticos, e vai ver que a conta no fim do mês já não lhe prega um susto tão grande.

 

2.  Aproveite o poder da extensão

Quando tem vários aparelhos ligados ao mesmo tempo, use uma extensão para todos eles, e quando deixar de precisar deles limite-se a tirar a ficha da extensão. Assim poupa no trabalho, ao não ter de verificar todas as tomadas da casa, e na energia – não só a de casa, mas também a sua. 

 

3. Todos os aparelhos contam

Há eletrodomésticos que nunca desligamos. Um exemplo é o micro-ondas, quer faça chuva ou faça sol está sempre ligado e pronto a aquecer aquilo que pouco nos apetecer. Apesar da prontidão ser admirável, esta não vem de borla. Graças ao consumo fantasma, estamos a pagar para o micro-ondas estar sempre pronto para nós. Não custa nada desligar a ficha quando não o estamos a usar.

 

4. Escolha eletrodomésticos de maior eficiência energética

Quando comprar eletrodomésticos escolha aqueles com uma etiqueta energética de maior eficiência, representada pela letra A+++. Estes são inicialmente mais caros, mas com o tempo gastam menos energia e acabam por compensar, desde que não os estrague na primeira semana.

A redução no consumo aplica-se também ao consumo fantasma, logo estará a poupar mesmo sem saber.
Comece já a poupar o seu orçamento de gastos inúteis >>
Veja também: