Sim, quero receber as últimas informações sobre emprego

Oportunidades de carreira, dicas e conselhos práticos que vão melhorar a sua vida profissional.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar

Como responder à pergunta "fale sobre si"?

Quantas vezes lhe foi já colocada esta pergunta? Certamente muitas. Saiba como responder.

Como responder à pergunta
Há perguntas comuns a quase todas as entrevistas de emprego. Esta é uma delas.

Fale sobre si”… esta é uma das expressões mais utlizadas e repetidas em entrevistas de emprego. Salvo (muito) raras exceções esta questão vai integrar a lista perguntas mais frequentes durante um processo de recrutamento.

E, mais frequentemente ainda, são muitos os candidatos que encaram esta pergunta como um tanto ao quanto "estapafúrdia". Mas deixe que lhe diga que está errado.

À semelhança de outras perguntas-chave, quando um recrutador lhe diz “fale sobre si” está a tentar perceber de que forma você encaixa na realidade da empresa e nas funções a que se está a candidatar. Mas por sua vez, para si esta é uma boa forma de falar sobre a sua experiência profissional e/ou competências.

Saiba como pode tirar o máximo partido das possibilidades que esta questão lhe dá.


O que dizer?

Iniciar uma entrevista de emprego a dizer “fale sobre si” é uma ótima forma de “quebrar o gelo”. Não só serve para arrancar com a entrevista, mas ajuda o candidato a ambientar-se.

Para brilhar perante a questão “fale sobre si” tem – antes de mais – de se conhecer a si próprio. Perca alguns segundos (ou minutos se necessário) antes da entrevista a listar todas as suas aptidões e mais-valias para a empresa em questão.

Mas atenção! Evite dar “respostas pré-fabricadas” para mostrar que é o candidato ideal. O seu recrutador quer perceber alguns traços da sua personalidade em situação de trabalho. Fale dos seus hobbies, interesses pessoais ou trabalhos de voluntariado são um bom exemplo do que pode falar.


Como não se “espalhar ao comprido”?

Para muitos candidatos a emprego, esta pergunta pode ser uma verdadeira dor de cabeça. Porquê?! Pura e simples falta de preparação. Na realidade, por ser uma pergunta tão comum, a grande maioria dos candidatos entrevistados não perde um minuto que seja a pensar no que pode ou deve dizer. O resultado mais habitual: um manancial de informações dispersas e desligadas entre si. É aqui que começa o descalabro. Lembre-se que o seu recrutador não tem tempo a perder e tudo o que não precisa é de ficar a conhecer a história da sua vida de fio a pavio.

Mas também aqui há temas “proibidos”. Na sua reposta à pergunta “fale sobre si” deve evitar temas polémicos ou passíveis de gerar conflitos. Política e religião são dois bons exemplos.

Calma, há mais. Tudo o que disser ou fizer durante a entrevista de emprego está sob “vigilância” apertada. Se quer brilhar evite clichés. Já lhe dissemos isto antes. Os recrutadores passam horas a entrevistar candidatos e conhecem essas respostas politicamente correctas de trás para a frente.


Faça das suas qualidades as suas melhores qualificações

Todos querem ser o candidato ideal. Isso é certo. Mas apenas um sairá “vencedor” da entrevista de emprego. Responder adequadamente à pergunta “fale sobre si” - uma pergunta que certamente desvalorizou até hoje - pode ser a chave para o sucesso.

Antes da entrevista, pense na sua resposta para esta questão (porque acredite ela vai surgir). Pense na melhor estratégia de marketing pessoal e arrase. Assegure-se, que em apenas alguns minutos, o seu recrutador fica com uma ideia clara de quem é você, quais são os seus pontos fortes e de que forma pode ser uma mais-valia para a empresa.


Veja também: