Como tomar uma decisão difícil?

Quem ainda não terá sido, na vida ou nos negócios, obrigado a tomar uma decisão difícil? Saiba, passo a passo, o que pode ajudar neste processo.

Como tomar uma decisão difícil?
Os passos a dar para conseguir tomar uma boa decisão

Espaços coworking para pequenas empresas e freelancers

A nossa vida é o resultado das decisões que vamos tomando ao longo do caminho. Mais ou menos difíceis, a verdade é que na altura de tomar uma decisão difícil, há pessoas que o sabem fazer melhor que outras.
Criar um negócio, despedir-se de um emprego, decidir mudar de país em prol de melhores condições de vida, ou terminar uma relação, são decisões muito longe de serem simples ou fáceis de tomar levianamente. Mas, não obstante, todos estes exemplos são fruto da vida e de tudo o que lhe é inerente.
 

O que decidir?

A forma como se pode tomar uma decisão difícil é um tanto ou quanto subjetiva, dependendo de pessoa para pessoa, mas há certos passos que pode ter em consideração e o podem ajudar a fazê-lo da melhor maneira.
 

5 passos para ajudar a tomar uma decisão difícil

 

1. Não se perca dos seus valores

Pode parecer um cliché, mas quando estamos perante um momento em que temos de tomar uma decisão difícil, não há nada como conseguirmos ouvir-nos, perceber efetivamente o que queremos e não queremos e, de certa forma, nunca nos perdermos dos nossos valores. A nossa educação e os nossos valores vão ajudar-nos a decidir pelo melhor e em coerência connosco. Se tomar uma decisão que passe por cima ou ponha em causa os valores pelos quais de rege, irá sempre questioná-la.
 

2. Acredite

Quando se toma uma decisão, é preciso que, acima de tudo, acredite que a tomou pelos melhores motivos. Não menos importante é a capacidade que possa ter de acreditar em si, de forma a estar mais seguro com a decisão que tomar, seja qual for.
 

3. Seja pragmático e fatual

Que dados tem na mão? Que fatos concretos o podem ajudar a decidir? É mesmo importante que siga esse caminho? Então não perca tempo e seja sobretudo pragmático. Se consegue factualmente provar que determinada decisão tem de ser mesmo tomada, então vá em frente. Se porventura não houver nada de concreto que o possa ajudar a tomar uma decisão difícil, siga a sua intuição. Em última instância, é o que fará sentido.
 

4. Analise os prós e contras

Tenha sempre uma dose de calma guardada para utilizar nestas situações e para ajudar a analisar os prós e contras da sua decisão. Mantenha a cabeça fria e opte pelo melhor.
 

5. Projete o futuro

Não é uma tarefa nada fácil, mas a melhor forma de conseguir tomar uma boa decisão difícil, é distanciando-se dela emocionalmente e conseguir projetar o futuro mediante o caminho que escolher. Se optar pela decisão A, como seria o futuro? Se optar pela B, fazer o mesmo raciocínio. 
Este exercício pode ajudar a ganhar alguma lucidez sobre as coisas.
 
Depois destas 5 dicas, já se sente preparado para tomar uma decisão difícil? Tenha coragem e arrisque, certamente que depois de seguir estes pontos, decidirá pelo melhor.
 
Veja também: