Como comparar os custos de um carro novo e usado

Vai trocar de carro e quer saber como comparar os custos do mesmo carro novo e usado? Nós ajudamos.

Como comparar os custos de um carro novo e usado
Conheça as variáveis

Quer trocar de automóvel? Então, chegou a altura de fazer as contas e de comparar os custos de um carro novo e usado. Existem diversas variáveis que deve ter em conta. A equação pode ser complexa, mas o resultado final vai ajudá-lo a perceber se deve investir numa viatura nova ou usada.

5 aspetos essenciais ao analisar custos de carros novos e usados

Assim que define o valor a gastar e qual o modelo que tenciona adquirir, é chegada a altura de tomar nova decisão: carro novo ou usado?

Se, por um lado, o carro usado é sempre mais barato, por sua vez, o carro novo é mais seguro e a frequência das manutenções e reparações é menor. Para comparar os custos dos carros novos e usados no seu orçamento final deverá ter em conta alguns aspetos.

1. Custo do carro

Neste aspeto, a curva de desvalorização é bem mais acentuada nos carros novos. Por norma, em cinco anos, um carro novo perdeu metade do valor comercial. Ou seja, um automóvel comprado por 20 000 € poderá ser vendido a 10 000 €. Nos carros usados, a curva de desvalorização é muito menor, logo, o valor que perde ao longo dos anos (se pretender trocar o veículo antes do final de vida do mesmo) é muito menor.

decidir carro a comprar

2. Opções de pagamento

Atualmente, existem diversas opções de financiamento para todos os gostos (e carteiras). Deverá ter sempre em atenção o valor das taxas, a duração do empréstimo e evite gastar mais do que 20% do orçamento familiar mensal no pagamento deste crédito.

3. Preço do combustível

Esteja atento aos consumos do veículo. Por norma, os carros novos são mais económicos já que gastam menos combustível do que os automóveis mais antigos.

4. Seguro automóvel

Feitas as contas, quanto mais caro o veículo, mais caro o seguro. O mesmo se aplica ao Imposto de Circulação: mais uma vez, paga mais quem tem carros novos.

5. Manutenção e reparações

Este é o cálculo mais difícil de fazer já que é o mais imprevisível. Nos carros novos, por norma, as reparações mais dispendiosas estão cobertas pelo seguro durante os primeiros anos de vida. No caso dos carros usados, por norma, os custos dessas reparações acabam por sair do bolso do proprietário do veículo. Assim sendo, neste aspeto, sai mais caro comprar um carro usado.

Quando estamos a comparar os custos dos carros novos e usados devemos ter em atenção diversos aspetos. Se com um carro novo, a probabilidade da existência de problemas é bastante menor, com um carro usado o preço a pagar por um empréstimo automóvel é menor. Faça as suas contas e compre em consciência.

Veja também: