Que componentes tóxicos se escondem nos produtos de beleza?

Que componentes tóxicos podemos encontrar nos produtos de beleza? Trazemos-lhe a resposta a esta pergunta que, se calhar, nunca pensou sequer em formular.

Que componentes tóxicos se escondem nos produtos de beleza?
Saiba que componentes tóxicos pode encontrar nos cosméticos que usa diariamente

A verdade é que não nos podemos deixar enganar pelas campanhas de marketing ou por promessas milagrosas. São muitos os cosméticos que podem prejudicar a sua saúde e, por isso, o melhor é estar atento. Saiba que componentes tóxicos escondem os produtos de beleza que fazem parte da sua rotina diaria e tente evitá-los. Basta perder alguma tempo a analisar o produto que costuma ou quer comprar. A sua saúde vai agradecer.


Que componentes tóxicos escondem os cosméticos?


Formol 

Muitos cosméticos contém na sua fórmula algum tipo de conservante que vai libertar formol, quando em contato com a sua pele. Sabia que o formol pode contribuir para o aparecimento de cancro induzido pela radiação ultravioleta resultante da exposição solar? Pode ser encontrado nos produtos para unhas, tintas para cabelo, pestanas falsas ou champôs. 


Uréia

Um dos hidratantes mais utilizados em cosméticos é a uréia. É conhecida pela tanto pela sua eficácia como pelo seu preço baixo. Além disso, ajuda na produção de colágeno que garante mais elasticidade e evita a flacidez.

Apesar de ser usada em diversos cosméticos, pode causar vários danos à sua saúde, se usada em quantidades exageradas ou de forma incorreta, tais como: edemas, hipersensibilidade, lesões e dermatites na pele, irritação nos olhos e pode afetar a formação de fetos durante a gestação. Este composto pode ser encontrado em cremes ou loções para a pele.



Parabenos

Os parabenos comportam-se como se fossem uma hormona feminina: o estrógeno. Os parabenos nos produtos cosméticos destinados à aplicação na área axilar (como desodorizantes, por exemplo) devem ser reavaliados, já que estudos recentes levantaram a hipótese de que o seu uso nessa região pode estar associado ao aumento da incidência do cancro da mama.



Óleo Mineral

Os óleos minerais e outros derivados do petróleo estão presentes na maioria dos produtos cosméticos, devido à sua propriedade emoliente, ou seja, funcionam como hidratantes para a pele. Mas estes componentes podem estar associados ao aumento da mortalidade por diversos tipos de cancro: pulmão, esofago, estômago, linfoma e leucemia. Isto acontece devido à presença de um composto chamado 1,4-dioxano, uma substância cancerígena.



Propilenoglicol

O propilenoglicol é um produto utilizado como diluente de outras substâncias, usado em variados cosméticos. O perigo a ele associado está ligado aos problemas de pele como alergias ou irritações. Pode ser encontrado em pastas dos dentes ou elixíres bucais.



Fragrância ou Perfume

É melhor escolher os produtos que são livres de perfume. As fragrâncias, quando fazem parte dos componentes de determinado produto, servem para esconder outras substâncias químicas potencialmente prejudiciais. Podem causar tonturas, dores de cabeça e alergias.



Chumbo

Um agente cancerígeno e um disruptor hormonal que pode ser encontrado nos batons e tintas para o cabelo, mas nunca aparece nos componentes dos produtos, uma vez que é considerado um contaminante e não um ingrediente.



Mercúrio

É um alérgenio que afeta o desenvolvimento do cérebro. É utilizado em máscaras, gotas para os olhos, pele e alguns medicamentos.



Talco

É utilizado em produtos para bebé, desodorizantes, e produtos de maquilhagem. É comprovada a sua ligação ao cancro dos ovários ou a problemas respiratórios.

Da próxima vez que quiser comprar algum produto de cosmética, lembre-se deste componentes tóxicos de que lhe falámos. Leia cuidadosamente os rótulos e proteja-se a si e à sua família.

Veja também: