Comprar brinquedos para o Natal: 6 dicas essenciais

Passamos anos a comprar brinquedos para o Natal, mas será que o estamos a fazer da forma mais eficaz? Confira aqui 6 dicas imperdíveis. 

Comprar brinquedos para o Natal: 6 dicas essenciais
Descubra como simplificar este inevitável projeto natalício.

Se já está a planear começar a comprar brinquedos para o Natal, parabéns: sem o saber, está a colocar em prática uma das nossas dicas! Juntamente com as outras 5, esta tem um objetivo muito concreto: simplificar e tornar mais eficaz o inevitável projeto natalício, evitando um stress acrescido durante a época das festas e resguardando a sua carteira de investimentos exagerados, feitos por impulso.
Compre de forma inteligente: aqui há mini mensalidades!

A nossa ideia é, ainda, que consiga satisfazer as crianças que vão receber as suas prendas, assegurando muitos sorrisos e exclamações de alegria. Recorda-se do que sentia quando, debaixo da árvore estava uma prenda que o surpreendia e o deixava quase sem fôlego de tanta felicidade? Nós também! Se quiser duplicar essa reação, siga as 6 dicas para comprar brinquedos para o Natal que lhe apresentamos de seguida.

 

6 dicas infalíveis para comprar e poupar nos brinquedos para o Natal 

 

1. Pergunte às crianças o que elas querem

Pode parecer inacreditável, mas mesmo as crianças muito novas tendem a saber exatamente o que querem – ou, melhor dito, as várias coisas que querem. Assim, não assuma nada: pergunte. Arranje catálogos de brinquedos, veja anúncios na TV, leve as crianças às lojas e tente discernir quais são os seus desejos mais profundos.
 
Dica: claro que nem sempre o que elas querem é o melhor para elas ou para lhes oferecer no Natal. Assim, uma vez que os seus desejos lhe tenham sido comunicados, faça uma triagem, procurando determinar quais os brinquedos que são para durar e quais os que são apenas caprichos.
 
 

2. Elabore uma lista

Uma vez em posse dos dados essenciais referidos acima, faça uma lista muito específica, prevendo duas colunas: uma com o nome da criança e a outra com duas ou, no máximo, três hipóteses de prendas. A ideia é comprar apenas uma: as outras são alternativas, para o caso de a primeira, por alguma razão, sair gorada.
 
Dica: obviamente, esta lista deverá acompanhá-lo sempre que saia para comprar brinquedos para o Natal.
 
 

3. Preveja um orçamento

Defina um orçamento fechado para cada uma das crianças às quais se destinam os brinquedos especificados na referida lista, e não se desvie do mesmo, por muito tentador que seja. Lembre-se que, por vezes, na altura da Natal, os preços dos brinquedos mais populares atingem valores perfeitamente proibitivos - se for o caso do primeiro brinquedo pedido, passe para a segunda ou terceira alternativas previstas.
 
Dica: tenha em mente que o que realmente importa não é o dinheiro gasto, mas a experiência que a criança vai ter com o brinquedo que recebe.
 
 

4. Faça uma extensa pesquisa

Antes de avançar para as compras propriamente ditas, pesquise os brinquedos que previu nas mais variadas lojas, hipermercados e outros locais de venda. Recorde-se que se investir um pouco mais de tempo nesta fase, não só vai poder poupar bastante no valor total das compras, descobrindo preços mais baixos e potenciais promoções, como ainda pode encontrar algumas sugestões de brinquedos bastante mais interessantes.
 
Dica: se realmente encontrar alternativas apelativas, não se esqueça de, discretamente, as colocar à aprovação dos destinatários. Só para não haver surpresas desagradáveis...
 
 

5. Faça as compras atempadamente

Com as nossas vidas a tornarem-se cada vez mais ocupadas e o tempo a reduzir consideravelmente, são já muitas as pessoas que preferem comprar brinquedos para o Natal atempadamente. Além disso, começando cedo, vai encontrar os melhores negócios, quer nas lojas físicas, quer online.
 
Dica: o ideal seria começar as compras por volta do mês de setembro e ir avançando ao ritmo de duas ou três prendas por mês, para a fatura não ser tão pesada na conta bancária. No entanto, em novembro ainda vai bem a tempo, com a vantagem de poder aproveitar os iminentes descontos, promoções e outras oportunidades ligadas à época natalícia.
 
 

6. Aproveite as oportunidades

Por falar em oportunidades... Tenha em atenção que muitas lojas, nomeadamente os hipermercados, fazem enormes promoções aos brinquedos na época do Natal, algumas a atingir os 50%! Obviamente, não vai querer perder tal hipótese de poupança: informe-se e aguarde até àquele fim de semana ou semana específicos para fazer as suas compras.
 
Dica: independentemente deste seu plano, se encontrar algum dos brinquedos que pretende a um preço que lhe parece verdadeiramente fora de série, não hesite: compre! Por vezes, a compra por impulso funciona mesmo e, quando somos demasiado cautelosos, acabamos por perder um verdadeiro saldo.



Agradaram-lhe as nossas dicas? Vai colocá-las em prática quando for comprar os brinquedos para o Natal? Então, depois, conte-nos como correu e se lhe foram úteis. Boas compras e boas festas!

Não deixe de espreitar as promoções da Toys'r'us e faça compras acertadas este Natal!

Veja também: