O que saber antes de comprar carros elétricos

 Quem pretende comprar carros elétricos, ou seja o que for, deve estar bem informado. Aqui fica alguma informação que consideramos relevante

O que saber antes de comprar carros elétricos
Tome uma decisão informada

Hoje em dia modelos elétricos já não são novidade no mercado automóvel, mas quem pretende comprar carros elétricos precisa de saber algumas coisas antes de o fazer, de modo a poder tomar uma decisão informada. Alem disso, o mercado dos veículos elétricos tem-se vindo a expandir, e como tal é preciso estar sempre atento a novidades que vão surgindo.
 

7 coisas a saber sobre carros elétricos

 

1. Não é preciso sacrificar desempenho

Por norma, não se associa um modelo elétrico a grande potência, mas isto tem vindo a mudar. Agora, com a chegada da Tesla a Portugal, já é possível adquirir modelos como o Model S, que chega aos 250 km/h, e vai dos 0-100 em cerca de 3,3 segundos. 
 

2. Modelos elétricos são mais caros

Por norma, um modelo elétrico é mais caro do que um modelo a gasolina ou a gasóleo, havendo vários fatores que influenciam esta diferença. No entanto, como vamos ver ainda neste artigo, o investimento inicial pode vir a valer a pena.
 

3. A autonomia é afetada por vários fatores

O alcance dos veículos elétricos tem vindo a melhorar. A maior parte dos modelos tem um alcance inferior a 200 km, apesar de haver exceções. No entanto, esta autonomia é ainda afetada pelo modo de condução, por condições atmosféricas e do pavimento, pelo equipamento opcional escolhido, e pela manutenção dada ao carro, entre outros fatores. Como tal, quem comprar carros elétricos terá de os usar maioritariamente na cidade.
 

4. A rede de pontos de carregamento está em expansão

De acordo com o Expresso, até 2018 existirão 1604 pontos de carregamento normal, onde o carregamento demora entre 6 a 8 horas, e 50 pontos de carregamento rápido, que demoram cerca de 30 minutos a carregar 80& da bateria. Isto significa que apesar de por agora a flexibilidade não ser a maior, a situação vai-se aos poucos alterando.
 

5. Há benefícios fiscais associados

Optar por comprar carros elétricos tem benefícios fiscais associados. Os elétricos não só têm vantagem no Imposto Sobre Veículos (ISV), como também estão isentos de pagar o Imposto Único de Circulação (IUC).
 

6. Em alguns casos, terá de pagar aluguer da bateria

Normalmente no que toca à bateria, quem compra carros elétricos tem apenas de se preocupar com a sua substituição ao fim de algum tempo. No entanto, o Renault Zoe, por exemplo, obriga ao aluguer da bateria que pode custar pelo menos 80 euros todos os meses.  Quando não se paga a mensalidade, a empresa pode remotamente bloquear o carregamento da bateria.

Este é um modelo de negócio que reduz significativamente a poupança, e que no futuro de poderá vir a expandir-se.
 

7. Pode vir a poupar bastante, mas um elétrico (ainda) não é para todos

Geralmente pode poupar a longo prazo com um modelo elétrico, desde que o utilize regularmente em cenário urbano, rentabilizando assim o que poupa em combustível. Caso contrário, o investimento extra pode não compensar.

No entanto, comprar carros elétricos não é para todos. Dada a autonomia ainda limitada de grande parte dos modelos, é aconselhado ter um local em casa para carregar o carro, caso contrário poderá um dia ficar horas à espera que o carro acabe de carregar.


Veja também: