5 cuidados a ter ao comprar carros salvados

Há certos cuidados que deve ter ao comprar carros salvados, para não vir a desperdiçar o seu dinheiro. Conheça alguns que deve adotar.

5 cuidados a ter ao comprar carros salvados
Em negócios, todo o cuidado é pouco.

Um veículo que depois de um acidente tenha sofrido danos graves que afetem as suas condições de segurança ou cujo valor de reparação seja superior a 70% do valor venal do veículo é considerado um carro salvado, sendo que tendo em conta esta definição, podemos vir a encontrar excelentes negócios. No entanto, comprar carros salvados é sempre arriscado e implica saber bem o que estamos a fazer, pois tem as suas vantagens e desvantagens.
 

5 cuidados a ter ao comprar salvados

 

1. Seja extremamente prudente

Pode parecer óbvio, mas ao comprar carros salvados tem de ser o mais prudente possível para não vir a gastar dinheiro em sucata. O primeiro parecer do carro pode ser incrível, mas isso não implica que não existam outro tipo de problemas além dos que vê inicialmente. Deve falar com um mecânico da sua confiança para que este possa analisar o carro de alto a baixo, certificando-se que a compra pode realmente valer a pena.

 

2. Descubra tudo o que conseguir sobre o veículo

Para ter uma melhor ideia do que realmente se passou ao veículo que quer comprar, deve fazer os possíveis para obter toda a informação sobre o mesmo. Assim ajudará o seu mecânico a avaliar o veículo, e saberá exatamente com o que é que está a lidar. Deve, também, falar com quem o vende sobre o que aconteceu para este ser um salvado, sendo que pode assim vir a descobrir informação importante.

 

3. Considere todos os valores envolvidos

Comprar carros salvados implica, certamente, um custo de reparação. Além deste e do preço de compra, terá de avaliar o seguro, e até o valor de revenda que o carro terá – que é provável ser extremamente baixo.

Depois de dar uso à calculadora poderá tomar uma decisão informada: valerá a pena optar por um salvado, ou por outra opção? Faça os cálculos com calma e reveja-os várias vezes.

 

4. Espere o inesperado

Todos cometemos erros, e no que toca a carros salvados é natural por vezes existirem pequenas falhas quando estes são vistos e avaliados. Isto implica que podem existir danos que não foram vistos e que podem vir a dar problemas no futuro, implicando assim uma maior despesa. Este é também um fator a ter em conta – verifique mais do que uma vez o estado do carro.

 

5. Pesquise minuciosamente antes de comprar

Se depois de tudo continua interessado em comprar carros destes, o melhor a fazer é pesquisar bem onde encontra o melhor negócio, tal como faria com um usado. Basta uma pesquisa no Google ou noutros motores de busca para encontrar vários modelos salvados à sua espera, sendo que terá de avaliar cada um deles como deve ser para se certificar que faz um bom negócio.


Veja também: