Fazer compras de Natal enquanto trabalha? Sim, é possível!

Saiba como tratar das suas compras de Natal durante uma semana normal de trabalho. A máxima é: organização, organização e organização.

Fazer compras de Natal enquanto trabalha? Sim, é possível!
É tudo uma questão de organização e de aproveitar todos os minutos

Sim. Estamos a pouco tempo do Natal e ainda não tem metade dos presentes que quer oferecer…

Mas não vale a pena desesperar. Pelo contrário. Se acha que não vai ter tempo para tudo, basta parar um pouco e planear. É possível fazer as compras de Natal enquanto trabalha, sobretudo se apostar nas compras online. E isto sem usar tempo efectivo de trabalho: pense nas pausas para o café, nos minutos que gasta a ver o Facebook ou encurte um pouco a sua hora de almoço. Se conseguir ganhar uma hora por dia, vai conseguir tratar de tudo.

Isto vai permitir-lhe ganhar tempo e não gastar o seu fim-de-semana de descanso num shopping atulhado de pessoas.
 

Compras de Natal em cinco dias

 

Dia 1 – Faça uma lista

Antes de avançar para quaisquer compras convém saber a quem é que vai oferecer presentes. Pai, mãe, tio, prima, melhor amigo, periquito… Faça uma lista com toda a gente e defina um orçamento máximo para gastar nestas compras de Natal.
 

Dia 2 – Defina o que quer oferecer

Agora que já sabe quantos presentes vai oferecer e a quem, tem que pensar no que vai comprar. Pesquise e defina para cada pessoa os itens que lhe interessam, assim como lojas, online ou não, onde os pode adquirir e preços.
Está sem ideias? Abençoada internet que já nos oferece um conjunto de listas sobre presentes interessantes para cada elemento da família. Basta pesquisar.
 

Dias 3 e 4 – Vá às compras

Ok. Decidiu tudo e fez as encomendas online que podia. Mas há sempre alguns presentes que preferimos escolher ao vivo e a cores.
De lista na mão, aproveite a sua hora de almoço, caso haja lojas nas proximidades, para comprar esses objetos.
Use estes dois dias para fazer as encomendas que pode fazer online, mas tenha atenção às datas de entrega ou até aos presentes que pode ir levantar à loja, caso não cheguem a tempo.
 

Dia 5 – Presentes de última hora

São um clássico de Natal. Há sempre alguém que fica fora da lista ou a quem nos lembramos, nos últimos minutos, que também devíamos oferecer qualquer coisa. Um colega de trabalho? O professor de música dos miúdos? Um amigo do seu filho? O novo namorado da sua irmã que afinal também vem passar o Natal convosco?
Voucher são sempre uma opção fácil, já disponibilizada por muitas lojas, e são ideias sobretudo quando não conhece os gostos da pessoa.
Mas se ainda está disposta a dar um pulinho a algumas lojas, o gosto por desembrulhar o presente será outro. Tem sempre os típicos chocolates, cachecol ou gorro. Evite as meias se não quiser que alguém olhe para si de lado!

Veja também: