Conduzir descalço dá multa? 4 conselhos para conduzir no verão

O condutor deve evitar situações que coloquem em causa a capacidade de conduzir. Mas o Código da Estrada nada diz em concreto sobre conduzir descalço.

Conduzir descalço dá multa? 4 conselhos para conduzir no verão
Use o bom senso

O verão está a chegar e com ele o calor. Por estas alturas, os portugueses preferem usar roupas e sapatos arejados, mesmo a conduzir. Mas provavelmente já se deve ter perguntado se é proibido conduzir descalço ou de chinelos. A verdade é que conduzir descalço não é ilegal, desde que ao fazê-lo não coloque os outros em perigo.

O que diz o Código da Estrada sobre conduzir descalço

Nada. O único artigo no Código da Estrada que poderia no limite ser aplicado é o n.º 11, que diz: “Os condutores devem, durante a condução, abster-se de práticas e atos suscetíveis de prejudicar o exercício da condução segura.”

No entanto, caso o agente da autoridade determine que o condutor ao conduzir descalço está a colocar em risco a sua condução tornando-se um perigo para os outros automobilistas que circulam na estrada, pode optar por aplicar uma multa. Segundo a alínea 4 do artigo n.º 11 “quem infringir o disposto nos números anteriores é sancionado com coima de 60€ a 300€”.

É também frequente existirem dúvidas sobre se o condutor pode conduzir de calções e em tronco nu ou biquíni. E também aqui a legislação é omissa. No entanto, se uma mulher conduzir em tronco nu poderá ser considerado um crime se causar um acidente. Isto porque, o juiz pode achar que foi um ato exibicionista e condenar a condutora a pagar uma multa ou mesmo a cumprir tempo de prisão.

Apesar de o Código da Estrada não determinar que tipo de roupa ou calçado o condutor pode usar ao conduzir, é importante que tenha cuidado com as escolhas que faz. Conduzir descalço não será a melhor opção, pois o condutor até pode magoar o pé enquanto o faz e, como consequência, provocar um acidente, colocando outros em perigo.

Conselhos para conduzir no verão

conduzir no verão

Veículo muito carregado

Não é recomendado conduzir veículos demasiados carregados, pois afeta a capacidade de manobras e diminui a visibilidade. Além disso, um veículo carregado precisa de uma maior distância para travar.

Calor dentro do automóvel

Procure evitar a acumulação de calor no interior do carro. Isto porque, as altas temperaturas têm o mesmo efeito que um nível de álcool no sangue de 0,5 g/l. Se for possível, opte por ligar o ar condicionado e compre viseiras para as janelas. Deve ainda planear a viagem para as horas mais frescas do dia.

Viajar com a família

Por norma, as férias significam viajar com a família. Se tem crianças deve certificar-se de que não tira os olhos da estrada. Pois, a uma velocidade de 100 km/h, um carro consegue percorrer perto de 30 metros por segundo. Por isso, imagine que o que pode acontecer se se vira para trás para falar com os seus filhos durante alguns segundos.

Animais de estimação em local seguro

Não deixe que os animais de estimação se movam livremente no automóvel, pois além do animal se poder magoar numa travagem de emergência, pode também magoar os restantes passageiros. Deve prender o cão ou gato com um arnês de segurança ou num transportador ventilado.

Veja também: