Vai conduzir em Espanha? Explicamos tudo o que deve saber

As regras para conduzir em Espanha apresentam algumas diferenças relativamente a Portugal. Saiba que cuidados deve ter e veja a lista de portagens.

Vai conduzir em Espanha? Explicamos tudo o que deve saber
Principais regras para conduzir em Espanha

Para um cidadão da União Europeia (UE), em particular para um português, conduzir em Espanha não implica grandes diferenças. Em termos documentais, para conduzir em território espanhol, um cidadão da UE necessita apenas de se fazer acompanhar da carta de condução e os habituais documentos do veículo, nomeadamente o Documento Único e a carta verde.

No entanto, conduzir em Espanha também tem as suas especificidades, alguns aspetos que diferem de Portugal, obrigando a ajustes comportamentais, de forma a não sofrer penalizações. Saiba tudo o que precisa de saber antes de conduzir em Espanha.

Conduzir em Espanha: principais diferenças

São muitas as semelhanças e três as principais diferenças entre conduzir em Espanha e conduzir em Portugal:

1. É necessário ter sempre no veículo dois triângulos de sinalização, que é de utilização obrigatória quando o veículo estiver imobilizado na faixa de rodagem;

2. Nos motociclos, é obrigatório utilizar luzes diurnas permanentes mesmo durante o dia. Para outros veículos é apenas obrigatório em condições de visibilidade reduzida;

3. Em Espanha, a taxa máxima de álcool no sangue com que os condutores recém-encartados (que tiraram a carta há menos de dois anos) e os condutores profissionais podem circular é de 0,3 g/l (0,2 g/l, em Portugal). Para os restantes condutores é igual nos dois países: 0,5 g/l.

Refira-se que deixou de ser obrigatório, em Espanha, ter o jogo de luzes de substituição e ferramentas para as mudar.

conduzir em espanha cuidados

Cuidados a ter ao conduzir em Espanha

Algumas recomendações importantes para quem vai conduzir em Espanha:

1. É obrigatória a utilização dos cintos de segurança para os passageiros do banco da frente e da retaguarda, dentro e fora das localidades (a multa é de 200€);

2. Os veículos têm de estar equipados com um pneu sobressalente em bom estado e com ferramentas necessárias em caso de substituição do pneu;

3. Os condutores que usem óculos deverão ser detentores de um par de óculos de reserva;

4. É obrigatório o uso de colete refletor ao sair de uma viatura que esteja a ocupar a faixa de rodagem;

5. É proibido falar ao telemóvel durante a condução, exceto com o sistema de mãos livres;

6. Devem ser respeitados os limites de velocidade estabelecidos: 120 km/h em itinerários principais e auto-estradas; 100 km/h em estradas convencionais, 90 km/h nas restantes vias e 50 km/h em zonas urbanas.

Lista de portagens

A maioria das estradas da rede nacional é de utilização gratuita, nomeadamente as vias rápidas, mas as autoestradas (“autopistas”, em espanhol) requerem o pagamento de portagem.

Muitas das autoestradas, em particular os troços junto às grandes cidades, têm tarifas aplicáveis às horas de ponta (7h30/10h30 e 17h/21h ou das 9h/13h e das 18h/20).

Também algumas das autoestradas da costa mediterrânica têm tarifas para as épocas baixa, média e alta. Pode consultar a lista completa das estradas a pagar em Espanha, e respetivas tarifas, no site www.autopistas.com/es/.

Veja também: