Conheça a história de Owen Lima e aprenda a não desistir

Devemos sempre acreditar que a vida nos vai dar uma segunda oportunidade? No caso de Owen Lima a resposta é sim!

Conheça a história de Owen Lima e aprenda a não desistir
A contratação desta empresa pode restaurar-lhe a fé na humanidade

Quando se candidatou a um emprego numa cadeia de lojas canadiana, a Lowe’s, as expetativas de Owen Lima eram baixas. Esperava ser, mais uma vez, rejeitado, por ter uma lesão cerebral e estar acompanhado de um cão guia. Mas a vida prega-nos surpresas e esta é uma dessas histórias.
 

A história de Owen Lima vai mostrar-lhe que nunca deve desistir

 
Depois de sofrer um acidente de carro por volta dos 15 anos, este canadense esteve em coma durante quatro meses. Quando acordou o diagnóstico foi duro. Tinha sofrido uma lesão cerebral irreversível. Entre os sintomas com que teve que aprender a viver nos últimos 40 anos estão a dificuldade de entender as outras pessoas, sobretudo quando falam muito depressa, e ainda o facto de ser propenso a ter ataques de ansiedade.

Se viver com estes obstáculos não é fácil, arranjar emprego muito menos. Uma das formas para se manter calmo é estar permanentemente acompanhado por um cão de serviço. E isso também não facilitou.



Não desistiu de encontrar emprego

Nos últimos 10 anos, Owen Lima lutou para ter um emprego fixo. Só que quando chegava a entrevistas de trabalho acompanhado pelo cão Blue os empregadores riam-se dele e não aceitavam a presença do animal. Ou quando por milagre o contratavam, pagavam-lhe baixos salários ou desprezavam-no.

Mas a vida é uma caixinha de surpresas. E ser persistente compensa. Desta vez, a sorte de Owen Lima parece ter mudado.
Quando ele e Blue chegaram à entrevista de emprego na Lowe’s foram bem recebidos e o gerente, Paulo Gallo, entendeu a sua história e resolveu dar-lhes uma oportunidade. Aos dois!

Owen e o seu cão trabalham no departamento de apoio ao cliente e, durante a abertura da loja, em junho passado, foram eles que deram as boas-vindas aos clientes. Blue tem até direito a usar uniforme e placa com o seu nome!

“Estou tão feliz por trabalhar aqui e ser tratado como uma pessoa normal”, testemunha Owen Lima.

A história deste homem, publicada na página da cadeia de lojas canadense, tornou-se viral e já foi partilhada mais de 20 mil vezes.
 
Veja também:

Continuar a Ler