Consolidação de créditos ou negociar dívidas?

O que é consolidação de créditos e negociação de dívidas? Faça uma simulação com a ferramenta do E-konomista para saber qual o produto que melhor se adapta às suas necessidades e comece já hoje a resolver os seus problemas bancários

Consolidação de créditos ou negociar dívidas?
Consolidação de créditos vs negociação de dívidas
  • Saiba quais são as diferenças entre consolidação de créditos e a negociação de uma dívida.

Quando perceber quais as diferenças e vantagens da consolidação de créditos e da negociação de dívidas poderá tomar uma decisão, optando por uma ou por outra por forma a evitar casos de insolvência ou penhoras. 

Ambas as opções têm vantagens e desvantagens. Apresentamos-lhe as vantagens de cada uma delas:

Vantagens da consolidação de créditos 

• Uma só prestação mensal

• Junção de todos os créditos num só

• Redução das taxas de juro

JUNTE TODOS OS SEUS CRÉDITOS NUM SÓ
Simplifique as suas contas, consulte agora os nossos especialistas em crédito consolidado. Ao juntar os seus créditos, fica com apenas uma mensalidade, paga sempre ao mesmo dia do mês.

Simulador

Recorrendo a um simulador de crédito consolidado, faça uma simulação rápida e grátis e veja quanto pode poupar com a consolidação dos seus créditos pessoais

Vantagens da renegociação da dívida

Possibilidade de não pagamento total do dinheiro emprestado.

No caso da consolidação de créditos, o individuo com dívidas tem necessidade de pedir um novo crédito que garanta o pagamento de todos os seus créditos. Desta forma, consegue juntar todas as dívidas numa só e ficar apenas com uma prestação mensal.

Na renegociação da dívida, o caso é diferente. Imagine que pediu 1000€ de crédito, mas a certa altura percebe que não pode continuar a pagar esse empréstimo. Consciente disso, pede ao banco para renegociar a sua dívida e no total paga apenas 700€ do valor total emprestado, perdoando o banco os restantes 300, mas não sem o compromisso de que pague esse valor assim que possível.

Nesta altura está já a pensar que o melhor é mesmo renegociar dívidas, mas desengane-se. O seu processo bancário ficará marcado por esta renegociação e embora não tenha qualquer dívida no seu historial financeiro, dificilmente arranjará uma instituição financeira que lhe queira emprestar dinheiro. 

Se possui dívidas a mais do que um credor, o melhor é optar pela consolidação de créditos. Conseguirá algum fôlego no orçamento para fazer face a outras despesas. 

Se está numa situação limite e que a única hipótese que tem é a falência pessoal, o melhor mesmo é renegociar as dívidas com os bancos.

Poupe até 60%, reduza as suas mensalidades com o crédito consolidado, saiba como.

 

Veja também: