Constipação: livre-se do desconforto

Pingo no nariz? Incómodo e mal estar? Saiba como identificar e tratar uma constipação. Livre-se do desconforto.
 

Constipação: livre-se do desconforto
Como reconhecer uma constipação?

​A constipação é uma infeção das vias respiratórias superiores provocada por vírus e, normalmente, é benigna e desaparece gradualmente. Este quadro infeccioso atinge principalmente o nariz, a garganta e as cordas vocais. Por ser uma patologia muito frequente nos meses de outono e inverno, em parte devido ao facto de as pessoas passarem mais tempo em contacto próximo e em ambientes fechados, é preciso redobrar as medidas de prevenção e conhecer os melhores tratamentos de alívio dos sintomas. 
 

Curisidades sobre a constipação

Um adulto saudável contrai duas ou três constipações por ano, com uma duração média do quadro a oscilar entre os 7 e os 10 dias. Já as crianças, têm habitualmente 5 a 8 infeções respiratórias virais por ano, principalmente nos dois primeiros anos de vida - e a recuperação total pode demorar até 3 semanas.
 


Quais são os sintomas da constipação?

  • Dores de garganta
  • Dores musculares ligeiras;
  • Congestão nasal;
  • Obstrução dos seios perinasais;
  • Febre;
  • Tosse seca;
  • Comichão e vermelhidão do nariz;
  • Corrimento nasal intenso, transparente e fluido;
  • Dificuldade em respirar;
  • Espirros;
  • Lacrimejar;
  • Diminuição ou perda do olfato e do paladar.


Como é transmitida uma constipação?

A transmissão do rinovírus é tão simples e fácil de ocorrer, que se torna fácil perceber porque a constipação é tão comum. O vírus pode estar na ponta dos dedos e passar para outras pessoas através de um aperto de mão ou, indiretamente, através da contaminação do ar e do ambiente. Basta um espirro ou a temida tosse para que isso aconteça.

Cerca de 40% a 50% das superfícies em que habitualmente tocamos, como puxadores de portas ou carrinhos de supermercado, estão contaminadas com vírus. A transmissão faz-se desde um dia antes até dois dias depois dos sintomas aparecerem. Infelizmente, muito dificilmente se consegue desenvolver imunidade a todos os vírus, pois há mais de 200 tipos diferentes de rinovírus que podem causar a constipação.
 


Como tratar a constipação?

Para tratar um caso de constipação, o doente deve ter em atenção que não deve tomar antibióticos. Eles são contraindicados porque a sua eficácia é garantida nos quadros de infeção bacteriana. Quando falamos de viroses, eles nada podem fazer.

Para tratar os sintomas da constipação pode tomar antipiréticos, analgésicos e anti-histamínicos, mas tenha em atenção a orientação de um médico ou farmacêutico.



A gravidez e a constipação

Durante a gravidez, o sistema imunológico pode, por vezes, estar mais debilitado e isso deixa a porta aberta para alguns microrganismos entrarem e provocarem muitos desconfortos.

Para prevenir, faça uma dieta saudável e inclua muitas frutas, verduras e legumes. Estes super alimentos são poderosos quando o assunto é fortalecer o sistema imunológico. Privilegie ingredientes que contenham antioxidantes, que auxiliam no combate às infeções - como é o caso da vitamina C

Pode também fazer outros tratamentos caseiros para a constipação. Tome nota:
 
  • Várias vezes ao dia, utilize água do mar para limpar o nariz;
  • Para reduzir a dor de garganta e a tosse, prepare um chá com mel e limão;
  • Descanse o máximo que puder, pois o sono ajuda o corpo a recuperar;
  • Beba bastante líquidos e tenha em atenção que os chás são especialmente indicados para dar a sensação de alívio dos sintomas da constipação;
  • Procure sempre um profissional de saúde antes de tomar qualquer medicamento.

Veja também: