Conta poupança ou depósito a prazo?

Depósito a prazo e conta poupança são semelhantes. No entanto, há diferenças que podem ditar a sua opção de investimento. 

Na altura de escolher os produtos financeiros que mais vantagens lhe podem oferecer, saiba distinguir a diferença entre eles.
Esteja atento.

Conta poupança ou depósito a prazo?
Saiba a diferença entre conta poupança e depósito a prazo

Depósito a prazo e conta poupança são dois produtos financeiros muito semelhantes. No entanto, há diferenças fundamentais que deve saber na altura de escolher entre um e outro.

Depósito a prazo


O que é?

O depósito a prazo é uma conta onde o depositante coloca determinado montante, consoante o prazo pretendido.  

Como funciona?

Actualmente, quanto maior for o prazo acordado com a instituição bancária, maior é a taxa aplicada. No fim do período do prazo, o cliente recebe o capital investido, mais os juros associados. 

Quais os riscos?

Este produto não tem associado qualquer risco de perda de capital. No entanto, se o cliente levantar dinheiro antes do fim do prazo, pode ter penalização total nos juros. 

Que tipos de depósito a prazo existem?

Existem depósitos a prazo não mobilizáveis e, neste tipo de depósitos, há duas variantes referentes ao pagamento de juros: 

1. Os depósitos que pagam os juros antecipadamente com a constituição do depósito 
2. Os depósitos que pagam no fim do prazo. 


Conta poupança


O que é?

Assim como no depósito a prazo, na conta poupança o cliente também aplica o dinheiro escolhendo a periodicidade de recebimento de juros.  

Como funciona?

Este tipo de conta permite efectuar reforços, funcionando como uma espécie de mealheiro. Existe uma remuneração do dinheiro durante o tempo em que o mesmo fica na conta. 

Diferença entre depósito a prazo e conta poupança

A grande diferença entre um e outro, é que na conta poupança o cliente pode levantar o dinheiro sempre que quiser sem penalização. No depósito a prazo isso não acontece.


Como são calculados os juros dos depósitos a prazo?

Os juros dos depósitos a prazo são calculados em função das taxas de referência do mercado. Quando essas taxas descem, as taxas de juro dos depósitos também acabam por descer.

Nota: As directrizes do banco de Portugal penalizam os bancos que ofereçam juros acima dos limites impostos. 

Veja também: