AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Como contar a sua história no CV

É importante que interiorize que nem todas as informações são relevantes para colocar no CV.

Como contar a sua história no CV
Faça da sua experiência uma história

Não o veja como uma lista exaustiva de toda a sua carreira, mas sim como um documento de marketing para ajudar a mostrar aos potenciais recrutadores que é a pessoa perfeita para o trabalho! Ou seja, deve conseguir fazer sobressair apenas as competências, habilidades e informações, relevantes para o trabalho ao qual se está a candidatar.

Não sabe como o fazer? Nós ajudamos! Este é o artigo ideal para o ajudar a aprender a contar a sua história no CV.


5 passos para contar a sua história no CV


1. Mantenha um CV generalista para servir como base 

Tendo em conta que irá enviar um CV de acordo com o cargo ao qual se está a candidatar, criando assim diferentes CVs adequados às necessidades, o ideal é que crie um CV geral, com todas as informações contidas no mesmo.

Depois, ao criar o CV ideal para cada oportunidade, necessita apenas de fazer copy&paste dos aspetos que o irão ajudar a conseguir a vaga à qual se está a candidatar. Este CV generalista servirá como uma espécie de diretório de todos os seus trabalhos, experiências e competências.



2. Coloque as informações mais relevantes primeiro

As informações mais relevantes devem surgir sem que a pessoa que o irá ler tenha necessidade de fazer scroll down, porque acabam a tornar-se a “primeira impressão” do documento e o motivo pelo qual um potencial recrutador pode (ou não!), ficar interessado em continuar a leitura.

Assim sendo, opte por colocar as suas experiências e talentos mais importantes em primeiro lugar, de forma a chamar a atenção dos potenciais recrutadores e a passar uma primeira impressão marcante!



3. Mantenha uma ordem cronológica inversa

Não existe uma fórmula mágica para organizar a informação do seu CV, mas há alguns aspetos a ter em conta. O ideal será que opte por colocar as suas experiências mais recentes primeiro do que as mais antigas, mas caso isso não seja possível, não se preocupe! O ideal será que se foque em criar um CV apelativo e que agarre a atenção dos potenciais recrutadores (pela positiva, claro!).



4. Faça com que o seu CV tenha apenas uma página

Esqueça CV’s com várias páginas. O CV ideal tem apenas uma página e esse espaço, ainda que pareça pouco, bem aproveitado, é mais do que suficiente. Lembre-se de dar prioridade aos pontos mais relevantes e deixe as informações extra para o próximo ponto. 



5. Crie um suplemento online

Não consegue resumir toda a sua vida numa página? Ou quer, simplesmente, apresentar mais conteúdo aos potenciais empregadores? É simples, crie uma pagina online com informação mais detalhada. A maior parte dos recrutadores pode não a consultar, mas quando estiverem mesmo interessados em si vão, certamente, procurar o máximo de informações que conseguirem!

Crie então um website pessoal com exemplos do seu trabalho, com uma apresentação mais pessoal e/ou tudo aquilo que considerar relevante. Poderá fazer a diferença!

Veja também: