Como cortar no orçamento familiar

Saiba como cortar no orçamento familiar. Cinco formas fáceis de cortar despesas no dia a dia da sua vida familiar.

Como cortar no orçamento familiar
5 ideias fáceis.

Cortar no orçamento familiar, sem implicar abdicar de coisas essenciais, deve ser uma preocupação constante nos agregados familiares. No entanto, em certas circunstâncias, cortar no orçamento familiar torna-se fulcral para manter o equilíbrio financeiros e não entrar, por exemplo, em endividamento. São os casos — entre muitos outros —, em que um dos membros do casal fica desempregado, com menos rendimentos, ou com a chegada de um filho, que implica, invariavelmente, um aumento das despesas mensais. Conheça cinco maneiras de como cortar no orçamento familiar.

Como cortar no orçamento familiar

1. O primeiro passo para cortar no orçamento familiar é precisamente conhecer todas as despesas e entradas de dinheiro do agregado familiar, ou seja, efetuar… um orçamento familiar (realista). Crie um plano (ou recorra a planos já existentes online) onde anota todas os gastos e rendimentos mensais para perceber onde poderá cortar, assim como entender qual a fatia (valor mínimo) correspondente às necessidades de que não poderá abdicar;

2. Procure baixar o volume de despesas fixas, ou seja, os gastos de que não pode abdicar, como a água, electricidade, gás, comunicações móveis, televisão, etc. O mercado liberalizado permite facilmente negociar este tipo de despesas e, em alguns casos, poupar. Pesquise as promoções e preços praticados pela concorrência e compare com os da sua operadora e negoceie;

3. Na comida, que é responsável por uma boa fatia das despesas mensais, pesquise e compare, em casa e antes de ir às compras, os preços e promoções praticados pelos supermercados para saber onde pode poupar. Faça também uma lista de compras antes de sair de casa e seja fiel à mesma;

4. Procure andar de transportes públicos ou partilhar o transporte com colegas de trabalho. Trocar o carro pelos transportes públicos é uma ótima solução para cortar no orçamento familiar. Se não for possível, revezar boleias com colegas de trabalho (num raio de localização próximo) é uma boa alternativa;

5. Faça desporto ao ar livre, em vez de gastar dinheiro nos ginásios. As alternativas são muitas e até está na moda. No caso de ter filhos, procure também reduzir o número de atividades de lazer que eles praticam.


Veja também: