Crédito consolidado: Solução ou endividamento?

Cartão de crédito, crédito habitação, crédito ao consumo... As prestações levam-lhe uma grande fatia do orçamento? Saiba se o crédito consolidado é a solução ou mais uma forma de endividamento.

Crédito consolidado: Solução ou endividamento?
O crédito consolidado é para si?
  • A facilidade de obter crédito levou muitas pessoas a contrair mais dívidas do que seria de esperar.

O grande objetivo do crédito consolidado é aliviar o orçamento familiar, mas é preciso perceber se compensa ou se mais vale fazer um esforço extra para pagar as prestações individuais de todos os seus créditos.

O crédito consolidado consiste na subscrição de um novo crédito, com taxas de juro específicas para este produto e com prazos de pagamento mais alargados. Com o dinheiro conseguido através deste novo empréstimo, poderá pagar todas as suas dívidas e ficar com apenas um crédito para pagar.

Isso significa que o crédito consolidado é uma forma de ficar praticamente livre de dívidas já que fica apenas com uma única responsabilidade de crédito e uma única prestação, esquecendo as preocupações de gerir o seu orçamento.

Além disso, por norma, o crédito consolidado permite-lhe ter uma só prestação significativamente mais baixa do que a soma das prestações mensais dos seus créditos e, por aqui, pode logo perceber-se que se poderá ganhar com o crédito consolidado.

É óbvio que o crédito consolidado não lhe resolve os problemas de sobreendividamento, mas é garantido que o ajuda a gerir as suas dívidas já que o liberta de um grande peso orçamental mensal.

JUNTE TODOS OS SEUS CRÉDITOS NUM SÓ
Simplifique as suas contas, consulte agora os nossos especialistas em crédito consolidado. Ao juntar os seus créditos, fica com apenas uma mensalidade, paga sempre ao mesmo dia do mês.

Para a grande maioria dos portugueses, o crédito consolidado é uma ferramenta útil e é, de facto, a solução para grandes problemas financeiros. Mas é de importância extrema que se cumpra com o plano de pagamentos do crédito consolidado de forma escrupulosa, evitando juros de mora, o que tornaria este novo crédito ainda mais caro.

Tal como acontece com qualquer outro crédito, para utilizar da melhor forma o crédito consolidado deverá fazê-lo de forma responsável, usando-o apenas na medida do necessário e, sobretudo, não utilizar o dinheiro que está a poupar para subscrever novos créditos.

Se quer saber se o crédito consolidado será a solução para o seu problema de sobreendividamento, a nossa resposta não pode ser recta já que isso dependerá de muitos factores.

O E-Konomista aconselha-o a procurar especialistas de crédito consolidado para que, em conjunto, possam chegar a uma solução vantajosa e que lhe permita cumprir com todas as suas obrigações.

Acima de tudo, o que interessa é que tenha a vontade de fazer face às suas despesas e de agir antes de entrar em incumprimento. Agir de boa-fé é sempre uma mais-valia.

Poupe até 60%, reduza as suas mensalidades com o crédito consolidado, saiba como.