Crédito Pessoal: comparar antes de comprar

Amílcar encontrou a melhor solução de Crédito Pessoal para o seu caso no E-Konomista. Utilizando os simuladores de crédito, conseguiu poupar 48€ por mês.

Crédito Pessoal: comparar antes de comprar
Como uma simulação pode significar pupança

Casos Reais

Mecânico chapeiro por conta própria, Amílcar C., de 36 anos, decidiu comprar um computador portátil e outros equipamentos informáticos para o acompanhar e ajudar nos trabalhos do curso das Novas Oportunidades que se encontra a frequentar, com o objectivo de concluir o 9º ano de escolaridade. Dirigindo-se à loja de uma grande superfície, aconselhou-se primeiro com um dos vendedores especialistas da loja quanto às opções técnicas mais adequadas às suas necessidades, inclusivamente porque o equipamento poderia também passar a ser útil na gestão da sua oficina.

Dedidiu-se a optar por um laptop de gama média, acrescido de uma impressora multifunções e software de facturação, tudo no total aproximado de 2.600. A propósito do pagamento o vendedor falou-lhe das possibilidades de Crédito Pessoal existentes na loja. O vendedor, além de simpático e eficiente, era bastante convincente. Mas ainda assim, Amílcar não quis optar por uma solução de crédito pessoal sem conhecer as alternativas.

 

Poupou 48€ / mês no Crédito Pessoal com o E-Konomista

“Não sou muito entendido em questões de dinheiro e de crédito, que lá em casa quem trata das contas é a minha mulher”, ironiza Amílcar, em declarações ao E-Konomista. “No entanto, achei que devia ter mais hipóteses para poder comparar qual era o crédito pessoal que ficava mais barato”.

 

E fez muito bem. Contactou o seu banco, que lhe apresentou uma proposta de Crédito Pessoal standard de conta-ordenado para o valor de 3.000€. Não satisfeito ainda, nesse mesmo dia debateu o assunto com um amigo, o qual ajudou Amílcar a encontrar a melhor solução de Crédito Pessoal com o E-Konomista. Experimentando várias entidades financeiras e fazendo simulações de crédito em cada uma delas, encontrou finalmente a solução de Crédito Pessoal que mais se adequava à sua pretensão.

 

Como um computador portátil é um bem de média duração, o prazo do empréstimo deverá ser também médio. Tendo este aspecto em conta, Amílcar subscreveu um Crédito Pessoal no valor de 3.000€ pelo período de 60 meses e ficou a pagar 75,38€ por mês. Foi a prestação mais baixa que lhe foi oferecida, sendo que relativamente à mais elevada, Amílcar irá poupar quase 48€ por mês. A oferta do vendedor da loja não era, de resto, vantajosa.


“Poupei 48€ graças ao E-Konomista. Ainda é muito dinheiro e sempre dá para levar a patroa a dar umas voltinhas ao fim-de-semana”, graceja Amílcar. “Aconselho o vosso E-Konomista a toda a gente. Também tem sempre novas oportunidades”.

 

Veja também: