5 cuidados a ter ao aplicar máscaras faciais

A oferta de máscaras faciais é cada vez mais diversificada e os ingredientes usados também. Descubra alguns cuidados a ter ao aplicar máscaras faciais.

5 cuidados a ter ao aplicar máscaras faciais
Saiba como aplicar a sua máscara facial

Carvão, argila, ginseng, açaí ou mesmo caviar, entre muitos outros. Cada vez mais, aplicar máscaras faciais faz parte da rotina de cuidados da pele.

Estas máscaras vão ao encontro das diferentes necessidades, tais como hidratação, manchas, secura, acne, etc. Contudo, escondem alguns segredos, sobretudo quanto à sua aplicação.

Rotina de beleza: cuidados a ter ao aplicar máscaras faciais


1. Limpar a cara

limpar a cara

Uma das dúvidas mais comuns ao aplicar máscaras faciais é se devemos ou não limpar a pele antes. A resposta é clara: sim! Antes de aplicar uma máscara, é importante remover qualquer resto de maquilhagem ou impureza. Só assim a máscara vai conseguir cumprir plenamente o seu objetivo e os seus princípios ativos vão conseguir entrar na pele.

2. Aplicar a máscara no rosto molhado

máscara facial

Após limpar a  pele, deve molhar a cara com água morna, a menos que os conselhos de aplicação digam algo em contrário. Contudo, o mais comum é aplicar a máscara no rosto molhado. Deste modo, vai estar a garantir que os poros estão abertos, garantindo que a mesma adere com mais facilidade ao rosto. Por sua vez, os ingredientes penetram com mais facilidade na pele.

3. Tempo de aplicação

máscara facial

O tempo de aplicação das máscaras faciais deverá ser o recomendado na embalagem, sobretudo, se for a primeira vez que está a usar esse produto. É importante cumprir o tempo recomendado, uma vez que não consegue prever como a sua pele vai reagir à máscara.

Por outro lado, ao deixar a máscara atuar demasiado tempo pode estar a contribuir para a secura da pele. Contudo, caso seja uma máscara de uso habitual, pode deixar atuar durante mais alguns minutos.

4. Áreas do rosto a evitar

máscara facial

Sobrancelhas, pálpebras e lábios são algumas das zonas a evitar ao aplicar máscaras faciais. As sobrancelhas são talvez a zona que inspira mais cuidados. Caso a máscara que está a aplicar tenha um efeito peeling poderá fazer com que sejam retirados alguns pelos, assim que retira a máscara.

Por outro lado, no caso dos lábios, poderá também aplicar uma máscara específica para essa zona, por exemplo, um esfoliante.

5. Multimasking

multi máscara

A verdade é que o nosso rosto não tem o mesmo tipo de pele em todas as áreas. Por exemplo, a conhecida zona T tem tendência a ser mais oleosa, enquanto a zona das maças do rosto é mais seca. Mas, então, como contornar estas diferenças?

Uma das soluções passa por usar diferentes máscaras para zonas distintas, indo assim ao encontro das diferentes necessidades. Isto não pressupõe aplicar várias máscaras ao mesmo tempo, isto é, uma encima da outra, mas sim, aplicar uma máscara específica para cada zona.

Neste sentido, para a zona T, deverá aplicar uma máscara à base de argila ou carvão, com o objetivo de esfoliar ou desinflamar qualquer poro mais obstruído. Na zona das maças do rosto, poderá aplicar uma máscara hidratante ou uma máscara para as manchas.

Já no caso dos olhos, será sempre aplicada no contorno dos mesmos. As máscaras mais indicadas são à base de cafeína, extrato de papaia ou aloé vera.

Veja também: