9 curiosidades e tradições sobre a cidade do Porto

A cidade do Porto, cada vez mais um verdadeiro cartão de visita do nosso país, tem imensas curiosidades e tradições que muitos desconhecem. Descubra tudo neste artigo.

9 curiosidades e tradições sobre a cidade do Porto
Saiba mais sobre a bela e enigmática cidade invicta

A cidade do Porto é cada vez mais conhecida por esse mundo fora, pela sua história, arquitetura, hábitos e costumes. Vamos falar-lhe neste artigo sobre algumas curiosidades e tradições da cidade do Porto, que muitos desconhecem.

Cada ano que passa mais e mais turistas chegam ao norte do país diariamente para conhecer a cidade e, claro, entre tudo o resto, a sua gastronomia também.

Curiosidades e tradições sobre o Porto

Cidade invicta

A cidade do Porto desempenhou um importante papel na defesa dos ideais do liberalismo nas batalhas do século XIX. Pela coragem e valentia com que o Porto suportou o cerco das tropas miguelistas durante a guerra civil de 1832-34, foi-lhe concedida a atribuição do título de Invicta Cidade do Porto pela rainha D. Maria II.

Francesinha

francesinha

Inventada nos anos 60 por um empregado da Regaleira, Daniel Silva, a francesinha é uma especialidade típica do Porto. Baseado no típico snack parisiense, croque-monsieur, a francesinha é uma das mais apreciadas iguarias da cidade de Porto.

O grande segredo da francesinha está no molho, que entre outros ingredientes leva cerveja e vinho do Porto. No entanto, os melhores restaurantes de francesinha guardam o segredo do molho a sete chaves.

São João do Porto

Esta festa popular tem lugar de 23 para 24 de junho na cidade do Porto. É uma festa oficialmente católica, mas com origem pagã. Esta festa celebrava inicialmente o solstício de junho e a fertilidade, relacionada com as colheitas e a abundância.

Mais tarde, então, a Igreja fez desta celebração pagã da alegria e da abundância nas colheitas uma celebração religiosa, cujo padroeiro foi São João. Na noite de São João, as ruas do Porto enchem-se de gente e nas duas margens do rio Douro que divide o Porto e Gaia, as pessoas aglomeram-se para assistir aos espetáculos de fogo de artifício.

O alho porro, os martelos de borracha, as sardinhas e a broa não faltam nas ruas. E há mesmo arraiais em alguns locais típicos da cidade. A noite do Porto é também animada com concertos promovidos pela autarquia.

Rio da Vila

rio da vila

Em frente à estação de São Bento forma-se um rio subterrâneo que atravessa a cidade do Porto pelo seu subsolo, o rio da Vila. Este rio foi mencionado pela primeira vez no documento de doação do burgo portucalense ao bispo D. Hugo, no ano de 1120.

Por questões de saúde pública e também por uma crescente necessidade de criar novas vias de circulação, o troço superior do rio da Vila, na atual Praça de Almeida Garrett, foi encanado, ficando totalmente no subsolo da cidade.

Porque no Porto existe história no subsolo, graças ao rio da Vila, vai ser construído um museu, o Museu do Rio da Vila, que terá entrada na icónica Estação de São Bento. Segundo previsões o Museu do Rio da Vila abre portas em 2018.

O termo “tripeiro”

Em 1414 o rei D. João I decidiu conquistar Ceuta, ainda que essa decisão fosse mantida em segredo. Foi pedido apoio ao Porto para que a frota que deveria seguir para conquista de Ceuta fosse construída nos estaleiros do Douro.

Quando o Infante D. Henrique se dirigiu a mando do rei, seu pai, ao Porto, de onde era natural, pediu todo o apoio e maior rapidez na construção das embarcações para que pudessem partir o quanto antes.

Os habitantes do Porto ofereceram, então, toda a carne de que dispunham para seguir nas embarcações e apoiar assim na conquista de Ceuta. No Porto ficaram as vísceras, as tripas, e a população teve de criar novas formas de as cozinhar. Daí o nome de tripeiros para os portuenses, pois alimentaram-se de tripas por muito tempo.

Pratos Típicos

tripas

A gastronomia portuguesa é rica e muito variada. O Porto não é exceção. Também leva o seu nome e o do seu país fronteiras fora. Há diversos pratos típicos no Porto, sendo o mais conhecido de todos a francesinha, seguida das tripas à moda do Porto, o bacalhau à Gomes de Sá e o famoso caldo verde que tão bem acompanha as sardinhas assadas em tempos de festas populares e arraiais.

Para além disso, com o rápido crescimento da noite portuense, outros espaços tiveram o seu reconhecimento a nível nacional. Afinal quem nunca ouviu falar das sandes de pernil com queijo da Serra da Casa Guedes ou dos pregos em pão, também com queijo da Serra, do Venham mais 5?

Se quer descobrir mais, nada como ingressar numa tour gastronómica pela cidade do Porto. Pode simplesmente fazê-lo a solo ou então optar por comprar uma tour da Taste Porto, onde será guiado a pé pelas ruas da cidade, aprendendo sobre história e provando as mais diversas e deliciosas iguarias.

E sabia ainda que…

  • a Avenida da Boavista é a maior de todas as avenidas de Portugal, com 6 km de extensão?
  • o Parque da Cidade do Porto é o único parque urbano com frente marítima da Europa?
  • a mais antiga agência de viagens do mundo é a Agência Abreu, que foi fundada no Porto em 1840?

Veja também: