Currículo perfeito: 5 dicas para conquistar recrutadores

O currículo perfeito não tem erros ortográficos, não tem fotografias desadequadas, não tem informação a mais e também não tem informação a menos.

Currículo perfeito: 5 dicas para conquistar recrutadores
Saiba como destacar-se!

O currículo não pode ser só uma lista de competências e atividades. Para ser  um currículo perfeito e destacar-se pela positiva aos olhos do recrutador, o currículo deve funcionar como uma ferramenta de marketing pessoal e mostrar a história do candidato, experiências profissionais e conhecimentos adquiridos ao longo da carreira do profissional.

Saiba o que é preciso para conquistar com o seu currículo os recrutadores!

5 dicas para um currículo perfeito que prenda o recrutador

Aparência

Tenha atenção à formatação e como dispõe as informações no seu currículo. Não exagere no texto, nem exagere no espaçamento quando o texto é curto. Muitas ilustrações ou tabelas podem tornar o seu currículo confuso e pouco apelativo visualmente. Cuidado com os erros de ortografia!

Objetivo

Se está a responder a um anúncio de emprego, o mais natural é que identifique a razão da candidatura e que é o candidato ideal para o lugar. As empresas gostam de profissionais que conheçam o seu potencial e sabem o que querem e os recrutadores têm pouco tempo para analisar um currículo, vão dar preferência aos currículos que “vão direto” ao assunto.

Atualização

Mantenha sempre o seu CV atualizado. Ter este cuidado não é apenas útil para quem procura emprego, pode também ajudar a subir alguns degraus na carreira. E se, a qualquer momento, alguém lhe pedir o currículo para uma nova posição na empresa, já está pronto a entregar.

Resultados

Mencione os resultados obtidos nas suas experiências profissionais, não precisa de o fazer com todas. Selecione uma ou duas, demonstre em números e de forma sucinta como contribuiu para o sucesso dessas empresas. Esta é uma maneira de reforçar a credibilidade do seu perfil profissional.

Crescimento profissional

Destaque apenas a formação, sejam cursos, palestras ou workshops que se enquadrem na sua área profissional de interesse. Descreva resumidamente as suas funções e atribuições. Não se perca em rodeios ou repetições, escreva de forma simples e direta para não “cansar” o recrutador.

Veja também:

Continuar a Ler