AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Tudo sobre o Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública

Descubra o que é, a quem se destina e como está organizado o Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública.

Tudo sobre o Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública
Formação generalista em Gestão Pública

Se pretende trabalhar como Técnico Superior da Administração Pública, é importante frequentar e obter aproveitamento no Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública.
 

O que é o Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública?

É uma formação generalista, totalmente presencial, organizada pela Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas (INA). Esta entidade encontra-se integrada no Ministério das Finanças, sendo um serviço central da administração direta do Estado Português, com sede em Lisboa e instalações em Algés.

Este curso, de nível avançado, está orientado para a aquisição de competências necessárias ao exercício de funções técnicas superiores e dirigentes no âmbito da Administração pública.
 


Quais são os seus principais objetivos?

O Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública (CEAGP) procura disponibilizar aos formandos os conhecimentos mais recentes na área da Gestão Pública, desenvolver competências ligadas ao trabalho de equipa e à tomada de decisões, bem como promover temas transversais à Gestão Pública.

Esta formação pretende ser diversificada, multidisciplinar, inovadora e atual. Assim, obtendo aproveitamento neste curso, os diplomados poderão ingressar na carreira geral de Técnico Superior da Administração Pública.
 


A quem se destina o Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública?

O CEAGP destina-se a licenciados, que podem candidatar-se independentemente de terem ou não experiência profissional prévia. Podem igualmente candidatar-se trabalhadores em funções públicas (enquadrando-se nesta situação, os formandos frequentarão o curso em regime de comissão de serviço).
 


Como está organizado este curso?

O Curso de Estudos Avançados em Gestão Pública tem a duração total correspondente a um ano letivo, semelhante ao Ensino Básico e Secundário, com três períodos escolares:
  • No primeiro trimestre, pretende-se homogeneizar conhecimentos e fornecer aos formandos métodos e instrumentos de trabalho;
  • No segundo trimestre, as sessões de formação dão ênfase à aquisição de competências específicas de Gestão Pública;
  • No terceiro trimestre, os formandos realizam um trabalho final e constroem um portefólio individual sobre temas relevantes e de interesse para a Administração Pública.

Uma vez que o INA estabeleceu protocolos com várias instituições universitárias, estas poderão atribuir créditos (ECTS) aos alunos do curso, de acordo com o Sistema Europeu de Créditos Curriculares.
 


Qual é o valor da propina?

A propina, no valor de € 5.000, pode ser paga em duas prestações (de € 2.500 cada). A primeira prestação tem, obrigatoriamente, que ser paga no momento da inscrição. A segunda prestação é paga quatro meses depois.

Os formandos que, eventualmente, residam fora do distrito onde decorre a formação podem requerer uma redução no valor da sua propina.

Veja também: