AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Tudo sobre os Cursos de Aprendizagem do IEFP

Saiba quem pode frequentar os Cursos de Aprendizagem, que tipo de certificação conferem e quais são as principais componentes da formação.

Tudo sobre os Cursos de Aprendizagem do IEFP
Preparação dos jovens para a entrada no mercado de trabalho

Os Cursos de Aprendizagem têm como principal objetivo preparar os formandos para o exercício de atividades e profissões qualificadas. Pretende-se assim, com esta modalidade de formação, facilitar a entrada dos jovens num mercado de trabalho competitivo, dinâmico e exigente, uma vez que parte da formação é efetuada em contexto de trabalho. Além disso, estes cursos possibilitam o prosseguimento de estudos de nível superior.
 

Cursos de Aprendizagem: contacto com o mercado de trabalho


A quem se destinam?

Estes Cursos de Aprendizagem destinam-se, essencialmente, a jovens com idade entre os 15 e os 25 anos que, em regra, serão candidatos a um primeiro emprego. Terão concluído o 3º ciclo do Ensino Básico (9º ano) ou equivalente, mas não concluíram o 12º ano de escolaridade. A título excecional, é possível admitir candidatos maiores de 25 anos.



Qual é a duração média destes cursos?

Os Cursos de Aprendizagem têm, geralmente, uma duração que pode ir dos 2 anos e meio aos 3 anos, o que equivale a cerca de 3.700 horas de formação.



Que tipo de certificação conferem?

Estes cursos conferem uma certificação profissional de nível 2, 3 ou 4 e equivalência ao 9º ano ou ao 12º ano de escolaridade.



Quais são as principais componentes desta formação?

O plano curricular que compõe cada Curso de Aprendizagem está organizado em diferentes componentes de formação, com conteúdos programáticos específicos e distintos:
  • Componente sociocultural (que inclui as unidades Viver em Português, Comunicar em Língua Inglesa, Mundo Atual, Desenvolvimento Pessoal e Social, Tecnologias de informação e comunicação);
  • Componente científica e componente tecnológica (que incluem UFCD, ou seja, unidades de formação de curta duração, de acordo com um determinado percurso);
  • Prática em contexto de trabalho (em empresas).


Onde é possível frequentar estes cursos?

Os Cursos de Aprendizagem são frequentemente ministrados nos centros de formação do IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional), mas também em inúmeras escolas profissionais e outras entidades privadas, devidamente acreditadas.

Assim, de acordo com as necessidades do mercado de trabalho, o IEFP recorre, sempre que necessário, a Entidades Formadores Externas (EFE) para ministrarem Cursos de Aprendizagem.



Quem pode apresentar-se como Entidade Formadora Externa?

Entidades formadoras, públicas ou privadas, desde que estejam devidamente certificadas, e entidades públicas com competências na área da formação profissional (Escolas de Hotelaria e Turismo, por exemplo) podem orientar Cursos de Aprendizagem.

Cada entidade tem de reunir, obrigatoriamente, os requisitos que se seguem:
  • Situação contributiva regularizada (Segurança Social, impostos, restituições no âmbito de financiamentos do IEFP);
  • Manter as suas instalações e o seu equipamento adequados às respetivas saídas profissionais a que se candidatam;
  • Estar devidamente registada e certificada, de acordo com o sistema de certificação de entidades formadoras;
  • Não ter sido condenada pelas seguintes situações: violação da legislação relativa ao trabalho de menores, qualquer forma de discriminação ou processo-crime.

Veja também: