Publicidade:

4 definições do Android que deve mudar já

Existem algumas definições do Android que deve mudar para proteger os seus dados e a sua privacidade, mas também para otimizar a performance do smartphone.

4 definições do Android que deve mudar já
Definições do Android que deve mudar para potenciar o seu smartphone

definições do Android que deve mudar, especialmente por questões de segurança. Se comprou recentemente um smartphone Android ou até se já tem o mesmo há algum tempo, há definições que podem ser ajustadas não só por questões de segurança, mas também para potenciar o telemóvel e fazer com que este tenha melhor desempenho e poupe bateria.

4 definições do Android que deve mudar


definicoes do android

1. Desative o aparecimento de conteúdo quando o ecrã está bloqueado

Desde a versão 5.0 do Android, é possível ler o conteúdo de notificações diretamente a partir do ecrã bloqueado. Por um lado, esta funcionalidade é útil. Por outro, limita a sua privacidade, uma vez que qualquer pessoa que olhe para o ecrã vê o conteúdo das notificações, mesmo que o telemóvel esteja bloqueado.

Para evitar que o seu telemóvel seja espiado, deve certificar-se de que este está sujeito a desbloqueio de ecrã (através de uma password, padrão ou PIN). Depois, vá a ‘Definições’ e a ‘Notificações’. Clique na roda dentada, no canto superior direito do ecrã. De seguida, selecione a opção ‘Ocultar notificações sensíveis’.

2. Desative a opção de anúncios personalizados

Google sabe muitas coisas sobre os seus utilizadores, uma vez que estes também dão acesso a diferentes dados. Os anúncios funcionam através de um sistema de monitorização, que faz com que sejam exibidos anúncios que potencialmente vão interessar mais a um determinado utilizador.

Há uma forma de desativar essa funcionalidade no Android que lhe permite ter mais privacidade. Vá às ‘Definições’, depois a ‘Google’ e depois a ‘Anúncios’. Escolha a opção que diz ‘Desativar a personalização de anúncios’.

3. Ative a opção de bloqueio automático

Por predefinição, o ecrã do Android apaga-se automaticamente após um período sem atividade para poupar bateria. Mas só uns segundos depois é que o ecrã bloqueia. Nestes pequenos momentos de transição alguém pode aceder ao seu dispositivo desbloqueado.

Por isso, é recomendável que selecione o período mais reduzido de tempo durante o qual o telemóvel fica suspenso. Vá às ‘Definições’, depois a ‘Ecrã’ e escolha a opção mais baixa de tempo em que o dispositivo fica suspenso. Depois, deve obrigar o ecrã a bloquear o mais depressa possível assim que se apague. Vá às ‘Definições’, ‘Segurança’ e ‘Bloqueio automático’. Aqui escolha a opção ‘Imediatamente’.

4. Ative as Aplicações Instantâneas

As apps instantâneas dizem respeito uma funcionalidade introduzida pela Google que tem como objetivo ajudar os utilizadores a poupar tempo e dados quando querem experimentar novas aplicações. Mas para isso o utilizador tem de, primeiro, ativar esta opção.

Vá a ‘Definições’, depois a ‘Google’ e lá ative a opção ‘Aplicações instantâneas’, ao aceitar a mensagem com os termos e serviços.

Veja também:

Ana Duarte Ana Duarte

Jornalista e gestora de comunicação no projeto Patient Innovation, Ana Duarte é mestre em Ciências da Comunicação, pela Universidade do Porto. A sua paixão pela escrita começou cedo, quando aprendeu a escrever e começou a criar os seus próprios jornais. Interessa-se por tecnologia, desporto, cinema e literatura.