Depilação a laser: vale a pena?

As empresas de depilação a laser fazem campanhas publicitárias fantásticas que prometem a remoção do pelo de forma definitiva: será verdade?

Depilação a laser: vale a pena?
Vantagens e desvantagens deste método

A depilação a laser é um método de eliminação de pêlo que usa uma energia em forma de luz que, sendo atraída pela coloração do pêlo ,provoca a destruição do folículo, ou melhor, da sua capacidade de produzir novos fios de pêlo.


Depilação a laser: indolor e 100% eficaz?


Tipos de depilação a laser

Existem vários tipos de depilação a laser - para além do método da luz pulsada, que não é laser -, com diferentes características e também diferentes resultados.

A luz pulsada tem um comprimento de onda luminosa inferior ao do laser e por isso, ainda que o princípio seja o mesmo, necessita de mais sessões para conseguir os mesmos resultados do laser.

Dentro da depilação a laser, os mais comuns no mercado em Portugal são o laser díodo e o laser Alexandrite. Não existem grandes diferenças entre estes lasers e as que existem estão relacionadas com a adequação ao tipo de pele da pessoa. Para poder decidir qual o melhor para si, o melhor é sempre fazer uma análise ao seu tipo de pele com um dermatologista.



Vantagens da depilação a laser

Quando começa um tratamento de depilação a laser, deve saber que há algumas regras a cumprir escrupulosamente. Por exemplo, a pele não deve ser exposta ao sol pelo menos nas três semanas anteriores ao início da depilação a laser. Isto porque a melanina atrai a luz do laser e isso pode desviá-la do seu foco principal, que é o pêlo. Por esta mesma razão, a depilação a laser deve sempre ser iniciada no inverno, quando há menos probabilidade ou tentação de se expor ao sol.

Os folículos dos pêlos mais escuros são atingidos mais facilmente e podem ser destruídos, em cada sessão, cerca de 30% dos pêlos de uma zona. Com a repetição das sessões, os folículos vão enfraquecendo e perdendo a sua capacidade de crescer, ou - em cerca de 10% a 20% dos casos - os pêlos que ainda assim conseguem nascer são mais finos e fracos.



Desvantagens da depilação a laser

O principal risco deste método de depilação são as queimaduras que poderão resultar de uma aplicação errada ou desadequada do laser. Também as peles mais escuras correm mais riscos de queimaduras, precisamente porque a luz é atraída pela cor e, no caso das peles mais morenas, há que ter ainda mais cuidados na execução do laser.

A depilação a laser implica algum tipo de dor, dependendo da intensidade da luz. A sensação é de uma ligeira queimadura e a dor também pode estar relacionada com a zona do corpo. Porém, se costuma fazer depilação com cera, o grau de dor não será muito diferente.


depilação a laser


Resultados expectáveis

Os resultados nunca podem ser garantidos a 100%. Isto porque o sucesso da depilação a laser depende de vários fatores, nomeadamente das características fisiológicas da pessoas. Cada corpo reage de forma diferente e também diferem os resultados mediante as zonas do corpo ou dependendo até do momento em que são feitas as sessões.

Regra geral, as sessões devem ocorrer a cada 30 ou 40 dias e poderá ver resultados muito positivos ao fim de 6 ou 8 sessões. No entanto, em algumas pessoas, ou em algumas zonas do corpo, podem ser necessárias 12 sessões. Após a conclusão do tratamento, a manutenção da depilação a laser deve ser feita mais ou menos de 4 em 4 ou de 6 em 6 meses.

 

Preços da depilação a laser

Os preços da depilação a laser são muito variados, pois dependem muito de campanhas promocionais, da quantidade de oferta e procura e até da região do país em que se encontra, podendo ir dos 10 aos 100 euros por zona. Esteja atento às hipóteses que existem na sua região e aos momentos de promoção. Os preços também variam em função do número de zonas que pretende tratar: quantas mais zonas quiser tratar mais poderá negociar um bom preço.

A depilação a laser é bastante eficaz, pois reduz drasticamente a quantidade de pêlo e os que, ainda assim, resistem tornam-se mais fracos. Porém, este não é um método completamente definitivo. Apesar de nunca mais ter a mesma quantidade de pêlo, terá sempre de efetuar consultas de manutenção. É ainda aconselhada uma consulta com o seu dermatologista antes de iniciar um tratamento deste tipo.
Estar na Moda nunca foi tão barato! >>
Veja também: