Desidratação: sintomas e cuidados a ter

A desidratação é um sintoma de que algo está muito mal no organismo. Conheça aqui as suas causas e os cuidados a ter no caso de sofrer desta maleita.

Desidratação: sintomas e cuidados a ter
Sintomas e formas de ação

A desidratação é um sinal que algo está mal no organismo. Caracteriza-se pela baixa concentração de água, sais minerais e líquidos orgânicos do corpo – o que pode impedir o organismo de funcionar corretamente.

Afeta pessoas de todos os escalões etários – embora a maior preocupação recaia  nas crianças e nos idosos.

Desidratação: principais causas

A desidratação ocorre se a água eliminada pelo organismo através da respiração, suor, urina, fezes e lágrimas, não for resposta adequadamente com a ingestão de líquidos. Isto pode acontecer nos casos em que sofre de:

Desidratação: sintomas

Os sintomas mais usuais nas pessoas que sofrem de desidratação são os seguintes:

  • Mais sede que o normal;
  • Boca seca;
  • Pele seca;
  • Ausência ou pequena produção de lágrimas;
  • Diminuição da produção de suor;
  • Dor de cabeça;
  • Sonolência;
  • Tonturas;
  • Fraqueza;
  • Cansaço generalizado.

Em casos mais graves, pode surgir:

  • Queda da tensão arterial;
  • Perda de consciência;
  • Convulsões;
  • Coma;
  • Falência de alguns órgãos.

Infelizmente, a sede nem sempre é um indicador fiável da necessidade que o corpo tem de água, especialmente em crianças e idosos. O melhor sinal é a cor da urina: clara ou de cor clara define que o corpo está bem hidratado, enquanto uma cor amarela ou âmbar escuro, geralmente indica sinais de desidratação.

Desidratação: tratamento

Para os bebés o leite materno é  ideal para o tratamento da desidratação nos primeiros seis meses de vida da criança. Depois, independentemente da idade, nos casos de desidratação leve e moderada, beber muita água filtrada ou fervida em goles pequenos e intervalos curtos, pode ser o bastante para reidratar o organismo. É essencial, também, preservar a pessoa em ambiente com temperatura amena, para evitar a perda de água pelo suor.

Existem várias soluções de fármacos que funcionam como reidratantes orais, nomeadamente – o bioral suero ou o dioralyte. Estes produtos devem ser bebidos ao longo do dia e contêm sais minerais e água, normalmente também contêm outro tipo de substâncias (que ajudam em casos de vómitos ou diarreia).

​Recomendações para prevenir a desidratação

  • Beba bastantes líquidos ao longo do dia, pelo menos dois litros por dia;
  • Verifique se as crianças e os idosos estão a ingerir líquidos suficientes para ficarem hidratados;
  • Use roupas leves e evite a exposição direta ao sol nos dias muito quentes;
  • Não pratique exercícios físicos nas horas mais quentes do dia;
  • Lave bem as mãos antes das refeições e várias vezes ao dia;
  • Certifique-se de que os alimentos que serão ingeridos crus, foram corretamente preparados.

Veja também: