Os 7 novos destinos da moda

Se gosta de seguir tendências, vai querer conhecer os destinos em maior ascensão. Conheça o ranking dos destinos da moda de 2017.

Os 7 novos destinos da moda
A índia é apenas um

Os destinos da moda são, geralmente, aqueles que estão constantemente em mudança. Antigamente, eram registadas mais viagens para o hemisfério norte de que para o sul, tendência que já não se verifica, bem pelo contrário.

Hoje em dia, os destinos da moda encontram-se principalmente no hemisfério sul. Este hemisfério contou, no ano passado, com um número de chegadas internacionais a rondar os 1,2 biliões e acredita-se que este número suba até 1,8 em 2030.

Segundo o relatório resultante do Fórum Económico Mundial, de 2017, relativamente ao setor do Turismo, é possível concluir que este mercado continua em alta. Por outro lado, segundo o mesmo relatório, é possível perceber que existe bastante competitividade entre os diferentes destinos turísticos.

Para saber quais os destinos da moda, efetuamos uma comparação nos rankings obtidos neste fórum com os resultados obtidos na edição anterior.

Conheça os 7 destinos da moda

Azerbaijão

azerbaijao

Com uma subida de 13 pontos no ranking geral, temos o Azerbaijão, que ocupa atualmente o 71º lugar na preferências dos viajantes. O setor de turismo neste país cresceu significativamente na última década e acredita-se que esta subida está relacionada com a flexibilização nas restrições dos vistos.

Das atrações deste país que ficou em 1º lugar na lista dos destinos da moda, destacamos os vulcões de lama e a capital, Baku, uma cidade povoada desde o período paleolítico.

Índia

india

Um país muito visitado por turistas internacionais é a Índia, que ficou classificada em 40º lugar – 12 pontos acima relativamente ao último relatório.

Neste país da Ásia do Sul, os locais que estão a ganhar popularidade entre os turistas incluem o Hampi e um conjunto de ilhas remotas, as Ilhas Andaman, com praias fabulosas e recifes de corais extraordinários.

Coreia do Sul

coreia do sul

Em 19º lugar encontramos a Coreia do Sul, que registou um acréscimo de 10 pontos em relação ao último relatório. Tendo em conta a sua posição e a sua subida, este faz parte dos cinco países mais bem-sucedidos, sendo, de facto, um destino da moda.

Uma das melhorias a destacar neste país é a competitividade dos preços, pois foi registada uma descida nos custos de combustível e também de alojamento.

Egito

egipto

Desde o último relatório, o Egito subiu 9 pontos, sendo também, em termos económicos, o segundo país mais acessível. Com muito para ver, quem escolhe visitar este destino tem que, além de visitar as grandes pirâmides de Gizé, embarcar num cruzeiro no Rio Nilo. E, quem sabe, visitar a cidade de Sharm el Sheikh, o lugar mais trendy do Pinterest.

Chade

chade

O Chade subiu 6 pontos e fica agora no lugar 135. Este resultado é um pouco enganador, isto porque o último relatório analisou 141 países e não 136, como no anterior, em que o Chade estava em último lugar.

Não parecendo uma escolha convencional para passar férias, Chade é um bom local a considerar. Neste país, pode fazer um passeio de 18 dias em que poderá visitar os mercados, o deserto do Sahara e os Lagos de Ounianga.

Tajiquistão

tajiquistao

Apesar de ocupar uma posição ainda muito baixa nos rankings globais, no 107º lugar, a pontuação do Tajiquistão aumentou 12 pontos desde o último relatório. O país destacou-se pelos seus recursos humanos e mercado de trabalho (36º posição) e também pode ser considerado um país seguro, sendo que neste indicador ocupa a 49º posição.

Os viajantes que procuram aventura podem visitar o Parque Nacional do Pamir, uma reserva natural onde se podem ver espécies animais imperdíveis.

México

mexico

Em 22º lugar encontra-se o México, que obteve uma subida de oito lugares.
Os deslumbrantes recursos do México, tanto culturais como naturais, ajudaram a melhorar o perfil do país neste ranking dos destinos da moda de 2017.

Veja também: