O top 10 dos destinos de férias mais caros do mundo

O dinheiro pode não trazer felicidade, mas poderá levar qualquer um até aos destinos de férias mais caros do mundo. Saiba quais são.

O top 10 dos destinos de férias mais caros do mundo
Se o dinheiro não é problema, confira a lista

Há muitos, muitos lugares fantásticos para visitar, porém nem sempre temos uma conta bancária de sonho que nos permita viajar para qualquer local, principalmente quando se trata dos destinos de férias mais caros do mundo.

Conhecer novos locais permite-nos escapar do mundano do quotidiano, descobrir novas culturas e aprender mais sobre o que nos rodeia. Tudo isto é possível nos lugares fantásticos que compõem a lista dos destinos de férias mais caros do mundo.

Se o dinheiro realmente não for um problema, então, comece a planear a próxima viagem tendo em conta as nossas sugestões.

Os 10 destinos de férias mais caros do mundo


Há coisas que o dinheiro não pode mesmo comprar, mas isso não se aplica a viajar para os destinos de férias mais caros do mundo. É preciso uma carteira à altura e vontade de explorar estes locais incríveis.

1. Oslo, Noruega

oslo

A capital da Noruega, o país mais feliz do mundo, parece um encantador cenário de filme, cheio de charme escandinavo e com resquícios da história viking dos noruegueses.

As casas colorias alinhadas em fila e a proximidade das vistas panorâmicas da montanha e dos famosos fiordes podem facilmente tirar o fôlego a qualquer pessoa. E Oslo vale bem a pena ser visitada. É uma cidade limpa e segura, com um povo que fala bem inglês e sabe receber o turista, até o mais inexperiente.

Dado que é um país rico em petróleo e os cidadãos possuem bons salários e boa qualidade de vida, prepare-se para pagar cerca de 20% a mais do que em qualquer outro lugar da Europa Ocidental no que aos serviços diz respeito.

2. Musha Cay, Bahamas

bahamas

Musha Cay é um destino bem conhecido dos ricos e famosos. À fama do local junta-se o facto de ser ali que se localiza a fonte da juventude eterna, pelo menos assim o afirma o mágico David Copperfield.

Se decidir alugar esta ilha, saiba que isso lhe pode custar, no mínimo, 34 mil euros por noite, poderá levar até 11 pessoas para compartilharem o resort consigo, desfrutar de pesca em alto mar, provar comida de luxo e verdadeiramente gourmet e, ainda, presenciar fogos de artificio só para si.

3. Ilha do Norte, Seychelles

seychelles

Se sonha ter férias como as maiores estrelas de Hollywood, o resort privado da Ilha do Norte, nas Seychelles é uma boa opção. Por aqui existem apenas 11 moradias, que garantem um escape de tudo o que conhece e todo o luxo, requinte e privacidade que o dinheiro pode comprar.

É o local de eleição de George Clooney e Amal Alamuddin para escapar e foi o destino de eleição para a lua de mel dos futuros reis de Inglaterra, William e Kate.

4. White Desert, Antártida

antártida

Para aqueles que querem umas férias de luxo, sem olhar a despesas, o White Desert oferece uma viagem de um dia para a Antártica. Partindo da Cidade do Cabo, os hóspedes embarcam no Gulfstream Private Jet e partem para o continente gelado.

Os turistas dispõem de cerca de oito horas para explorar a região e, no final do dia, têm à disposição um jantar acompanhado de champanhe gourmet. Toda esta aventura dura menos de 24 horas e poderá custar algo como 165 mil euros.

5. Ilha do Fogo, Canadá

Newfoundland

Não é barato chegar praticamente ao fim do mundo. Os viajantes que desejam chegar à Ilha do Fogo, uma ilha remota em Newfoundland, no Canadá, deverão requisitar um avião privado ou helicóptero.

Quando lá chegam, podem desfrutar de um programa local em que são acompanhados pelos habitantes que dão a conhecer a cultura da área ou, então, relaxar numa das banheiras de hidromassagem do telhado do hotel de luxo existente.

6. Fiji

fiji

Ao contrário da crença comum, Fiji não é apenas uma ilha, mas uma série de 332 ilhas, que se tornaram num dos melhores e mais exclusivos destinos do Pacífico Sul.

Embora possa chegar às principais ilhas de forma relativamente barata, muitas das ilhas menores da nação são de propriedade privada e, como tal, são cobrados valores exorbitantes. Mas atividades não faltam, como snorkeling, mergulho e percorrer a floresta tropical.

7. Nova Iorque

Nova Iorque

Nova Iorque é um dos destinos turísticos mais populares do mundo, por ser o coração de muitas indústrias dos EUA e, tradicionalmente, ser conotada como um centro de negócios e artistas. A cidade que nunca dorme oferece muito para muitos e viajar até lá tornou-se quase um ritual obrigatório.

Toda esta procura levou ao aumento substancial de preços desde cedo, pelo que se planeia uma visita à Big Apple prepare-se para gastar bastante dinheiro.

8. Ilhas Virgens Britânicas

british islands

As Ilhas Virgens Britânicas ganharam uma reputação pelo facto de Sir Richard Branson, fundador e CEO da Virgin Corporation, possuir uma mansão numa das ilhas privadas, que pode visitar, a um preço bem alto.

Guana é, provavelmente, a ilha mais dispendiosa, sem acesso público, só alcançável de barco e para cada 30 turistas de cada vez. Lotação mínima para qualidade e preços máximos.

9. Bora Bora, Polinésia Francesa

bora bora

Esta pequena ilha na Polinésia Francesa pode representar uma grande mossa no orçamento de qualquer viagem. A ilha é inacreditavelmente linda e oferece uma experiência luxuosa, atraindo, principalmente, celebridades, elite empresarial e magnatas políticos.

Mas se o coração quer, há que ter o cartão de crédito certo para satisfazer esse desejo. Se assim for, até poderá alugar outras ilhas vizinhas, que são ligeiramente mais baratas, também pertencentes à Polinésia Francesa, em regime de tudo incluído.

10. Dubai

dubai

Este hotspot do Oriente Médio tornou-se uma verdadeira meca de excesso moderno que, claro, a tornou popular entre os viajantes que têm dinheiro para esbanjar. Financiado pela riqueza do petróleo, o Dubai foi desenvolvido pelos ricos e para os ricos. Desde as ilhas artificiais até ao luxuoso Burj Al Arab e as altas torres, em Dubai tudo se passa em torno do quanto pode gastar para manter o estatuto.

Começou já a sonhar com os destinos mais caros do mundo? Então, se tem essa possibilidade, prepare-se para alargar os cordões à bolsa.

Veja também: