17 dicas para assar peixes, carnes e aves da forma perfeita

Associados a jantares de grupo ou em família, os assados fazem parte de momentos felizes. Por isso, indicamos 17 dicas para assar peixes, carnes e aves na perfeição.

17 dicas para assar peixes, carnes e aves da forma perfeita
Nunca foi tão fácil fazer assados deliciosos

O assado é uma das técnicas de cozinha mais simples e deliciosas, uma vez que requer pouca ou nenhuma atenção durante o processo de cozimento. Mas, mesmo assim, é preciso ter em conta estas dicas para assar peixes, carnes e aves para obter pratos deliciosos, ricos e cheios de sabor.

Tire o máximo de proveito desta forma de cozinhar – que é o método preferido para cortes grandes e suculentos de carne e, também, para todo o tipo de peixes -, com calma e sempre sem pressas. Por beneficiarem de longos tempos de cozedura, a temperaturas baixas, estes são pratos mais associados aos fins-de-semana ou às épocas festivas, e não é para menos: com pouca atenção e mais liberdade para estar com os convidados, consegue mesmo obter o prato perfeito.

Mas, para não haver enganos, temos as melhores dicas para assar peixes, carnes e aves para partilhar consigo.

As melhores dicas para assar peixes, carnes e aves


Qual o tempo ideal de cozedura? Como se deve marinar? Quais as temperaturas? Que temperos escolher? Tudo isto influencia o resultado final, é certo. Mas não se assuste, pois temos todas as imprescindíveis dicas que deve tomar nota para ter o assado perfeito.

9 dicas para assar o peixe perfeito

peixe assado

  1. Peixes e diferentes temperaturas: se vai seguir uma receita e usar outro peixe, certifique-se que tem a mesma textura e sabor semelhante;
  2. As quantidades: quando comprar um peixe para preparar inteiro, calcule cerca de 500gr por pessoa; se for em filete ou posta, calcule 200gr por pessoa;
  3. Deixe marinar pelo tempo certo: marinar peixes adiciona sabor e humidade à carne, mas deve ser um processo muito breve, durante apenas uns 5-10 minutos;
  4. Os melhores temperos para peixe são: cebola, sal, pimenta-do-reino, salsa, cebolinho, limão, coentros e louro. Os temperos mais fortes, como alho, devem ser utilizados em peixes mais gordos, como tainha e bagre;
  5. Peixes e frutos do mar podem ser preparados em papelote ou cartucho: ou seja, embrulhados em papel de alumínio ou papel vegetal, bem vedados. Assim, cozinham com o vapor existente no forno;
  6. O passo a passo do bacalhau: se vai preparar bacalhau, deixe-o apenas de molho durante, no mínimo, 48 horas, mudando a água, 3 vezes por dia. Quanto menos cozinhar o bacalhau, mais macio ele ficará;
  7. Use temperaturas elevadas: cozinhar a uma temperatura elevada ajuda a realçar os sabores dos peixes e a obter uma textura caramelizada;
  8. O ponto ideal do assado: para saber se um peixe assado está no ponto deve espetar um garfo e se a carne se soltar facilmente da espinha pode retirar do forno;
  9. Sirva de imediato: após retirar do forno, o peixe deve ser logo servido, caso contrário ficará demasiado seco.

8 dicas para assar carnes e aves na perfeição


carne assada

  1. Pré-aqueça o forno: certifique-se de que o forno está bem quente antes de colocar o assado;
  2. Acerte no tempero: tempere a carne e deixe-a de molho durante, pelo menos, duas horas para que os temperos penetrem na carne (poderá ainda fazer furos ou injetar os temperos com uma seringa); além disso, este tempo permite que a carne aqueça até uma temperatura ambiente, facilitando uma cozedura uniforme;
  3. Aposte na manteiga: espalhe um pouco de manteiga ou margarina pela carne, para evitar que fique seca;
  4. Atenção aos tempos: os assados sem osso requerem um pouco mais de tempo para cozinhar que os cortes com osso;
  5. Use diferentes temperaturas ao longo da cozedura: o assado deve começar com temperatura máxima, para obter uma textura exterior crocante, durante cerca de 15 minutos e depois a deve cozinhar a baixas temperaturas (cerca de 150 – 180 graus), para resultados mais saborosos, suculentos e suaves, ajudando ainda a minimizar o encolhimento da carne, permitindo que cozinhe uniformemente;
  6. Vai usar um termómetro? Se optar por usar um termómetro para controlar a temperatura da carne, saiba que este deve ser inserido na parte mais grossa da carne, longe do osso, gordura e cartilagem;
  7. Fique de olhos postos no assado: vá observando o assado com frequência, podendo regar com o molho que se vai formando na assadeira;
  8. Deixe repousar: depois de assar e antes de partir, deixe a carne repousar durante 15-20 minutos, para reabsorver os sumos.

Veja também: