12 dicas para controlar os gastos no Natal

Precisa de dicas para controlar os gastos no Natal? Este artigo é para si: descubra já como ter um Natal mais “recheado”.

12 dicas para controlar os gastos no Natal
Saiba como poupar nesta época

É inevitável: a quadra natalícia chegou e já ninguém fica indiferente às decorações da época que começam a surgir nas monstras da cidade. De acordo com a Deloitte, as famílias portuguesas esperam gastar 338 euros nesta época. Se o seu orçamento é reduzido e precisa de dicas para controlar os gastos no Natal, este artigo é para si.

As ruas já estão iluminadas, os espaços comercias com maior atividade e as pessoas mais disponíveis para consumir. Mas, naturalmente, deve fazê-lo com moderação, se não quer começar o novo ano com a sua conta bancária em baixo.

Não se pretende que deixe de ser generoso para as pessoas que mais gosta, mas sim que adopte alguns hábitos de consumo para controlar os gastos no Natal.

Basta alguma originalidade para conseguir reduzir as despesas e aproveitar a quadra festiva sem sacrificar a sua contra bancária.

12 dicas para controlar os gastos no Natal


Se quer ser mais poupado e cumprir o seu orçamento para este Natal, siga as nossas dicas e vai ver que não se vai arrepender.

1. Diga “não” ao cartão de crédito

Se não quer perder o controlo aos euros que “perde” na época natalícia, opte por comprar com dinheiro. Os cartões de crédito não permitem que tenha a noção real dos gastos.

2. Pesquise e compre com antecedência

Tente não fazer compras nos últimos dias de Natal. Normalmente, a pressa leva a maiores esforços financeiros. Faça as compras com tempo e pesquise antes de comprar. Faça uma lista de compras de Natal para tornar a pesquisa mais assertiva e acessível.

3. Opte por presentes low-cost

Se o seu orçamento é mais baixo do que em anos anteriores, opte por comprar prendas de Natal low-cost. Opções não faltam e pode até encontrar excelentes produtos a preços mais do que apetecíveis.

prendas de natal low cost

4. Compre na altura certa

Aproveite os descontos e faça as compras na altura certa. Esta é daquelas dicas para controlar os gastos no Natal que não deve deixar escapar: aproveite as promoções da Black Friday (24 de novembro) e da Cyber Monday (27 de novembro) para comprar os presentes a preço reduzido.

Opte por comprar online: os “outlet” cibernéticos agrupam alguns descontos que não encontra nos locais habituais e que podem ajudá-lo a baixar o valor da fatura dos presentes natalícios.

5. Defina um orçamento

Esta é, talvez, das dicas para controlar os gastos no Natal mais importantes e fundamentais de todas. Defina o orçamento natalício e não “fuja” do valor estipulado. Não se esqueça de incluir os gastos com os presentes, refeições e deslocações a casa de familiares e amigos;

6. Partilhe despesas

Os jantares e almoços de família são dispendiosos e, por isso, opte por dividir as despesas por todos os familiares presentes. O valor vai diluir de forma substancial e não terá gastos avultados com a alimentação.

jantar de natal

7. Puxe pela criatividade

Se é dado à costura ou ao artesanato, opte por criar as prendas que vai oferecer. Não só estará a poupar a sua carteira como vai oferecer produtos únicos e que não podem ser encontrados em mais lado nenhum.

8. Não compre de forma impulsiva

Esta é uma das mais importantes dicas para controlar os gastos no Natal: compare preços e escolha os locais mais baratos para comprar os produtos que necessita. Por norma, basta algum tempo de pesquisa para encontrar aquele presente a um valor mais baixo do que o praticado no centro comercial perto de sua casa: não compre por impulso, a sua carteira agradece.

9. Não compre decorações de Natal

Calma, não estamos a sugerir deixar a sua casa “despida” durante a quadra natalícia. Reutilize os materiais do ano passado, optando apenas por mudar a localização das decorações. Se quiser “refrescar” as decorações de Natal, aproveite para utilizar pinhas naturais ou até azevinho natural. Custo? Zero.

decoracao natal

10. Troque os presentes pelas lembranças

Lembre-se: presentes caros não significam sempre as melhores opções. Opte por escolher pequenas lembranças para oferecer aos amigos e familiares: uma compota com o sabor favorito daquela tia que adora os lanches em família ou uma gola de lã para a prima que adora manter o estilo durante o inverno são opções de presente que vão mantê-lo dentro do orçamento e que vão criar impacto junto de quem os recebe.

11. Recorra às listas de prendas das crianças

Os presentes para crianças agregam boa parte do orçamento para o Natal. Uma forma de controlar os gastos no Natal é pedir às crianças para fazerem uma lista de prendas que desejam do “Pai-Natal”. Habitualmente, elas colocam na lista coisa que vêem em catálogos ou outras formas de publicidade. Depois é só escolher as menos dispendiosas dentro das opções que elas querem.

12. Desafio final: compre tudo no mesmo dia

Pode não parecer fácil mas é possível: para poupar tempo, combustível e dinheiro, compre tudo (ou quase tudo) no mesmo dia. Planeie bem a lista das compras e evite duplicar (ou até mesmo triplicar) a ida às lojas para garantir que tem todos os produtos alimentares e presentes para a família e amigos.

Desta maneira, também vai obrigar-se a focar apenas no essencial e a evitar os gastos supérfluos e que servem apenas para descontrolar o seu orçamento.

Veja também: