8 boas dicas para dormir em aeroportos

Há alturas em que dormir no aeroporto é mesmo a decisão acertada. Descubra aqui 8 dicas essenciais para que esta escolha resulte em pleno. 

8 boas dicas para dormir em aeroportos
Preparação, alimentos e extras, tivemos tudo em consideração.

Dormir em aeroportos costuma ser uma solução de recurso, mas há alturas em que é mesmo a mais acertada e convém que corra da melhor forma possível. Seja porque perdeu o avião, porque houve um atraso num voo, porque o transbordo é demorado, porque o orçamento para a viagem é curto ou por qualquer outra razão, o certo é que nem sempre se justifica pagar por um quarto de hotel.

De facto, apesar de os aeroportos serem habitualmente associados a compras duty free a a perder tempo enquanto se espera pelo voo, o certo é que em muitos casos acabam por ser mesmo o sítio ideal para dormir. Assim, quer se veja encurralado num aeroporto por escolha ou necessidade, pode sempre recorrer às nossas dicas para passar uma noite mais descansada.

 

As 8 melhores dicas para dormir relaxadamente em aeroportos

 

1. Prepare-se e informe-se

Muitos aeroportos não permitem que se durma nas instalações. Assim, esteja preparado para justificar devidamente a sua presença e o facto de estar a dormir em determinado local – o ideal será apresentar o bilhete de avião.

Apesar de estarmos certo de que, na maior parte dos casos, não corre o risco de expulsão, mais uma vez interessa que tome precauções: tenha à mão o cartão de crédito e o nome de um hotel, pensão ou outra acomodação a que possa recorrer em caso de necessidade.

Dica: para evitar surpresas desagradáveis, informe-se devidamente sobre o aeroporto em que poderá vir a pernoitar, quer no seu site, quer nos habituais guias dos espaços; aí encontrará indicações sobre as salas de espera, zonas de restauração, WCs com chuveiro, cacifos, etc.

 

2. Pesquise bem antes de tomar uma decisão

O local onde se passa a noite é essencial para dormir bem em aeroportos. Assim, pesquise apropriadamente cada um dos terminais antes de tomar uma decisão, tendo em conta a temperatura, a comodidade dos bancos, os avisos áudio, a proximidade dos WCs, o tráfego de viajantes, entre várias outras variáveis. 

As melhores fontes de informação são as pessoas que trabalham no aeroporto. Assim, seja simpático e verá que, se perguntar, lhe indicam os locais mais indicados em função daquilo que pretende.

Dica: mantenha-se disponível para fazer ajustes e não entre em pânico. Por exemplo: se estiver no terminal doméstico e este fechar durante a noite, dirija-se para o internacional; se estiver no A e o C tiver melhores acomodações, opte pelo último; se a zona das chegadas for mais confortável, como habitualmente acontece, é lá que deve passar a noite; etc.

 

3. Mantenha-se seguro

Antes de mais, descubra onde está localizado o escritório dos seguranças, bem como o sítio onde estão instaladas as câmaras de videovigilância no local onde vai dormir. Se estiver sozinho, desloque-se para junto de outros viajantes, certificando-se de que são pessoas de confiança (dentro do possível).

No que se refere aos sacos, se não puder deixá-los num cacifo ou outra zona segura disponibilizada pelo próprio aeroporto, pode tomar algumas providências para evitar ser roubado: usá-los como almofada, voltar os fechos para si ou para o chão, abraçá-los enquanto dorme, etc.

Dica: nunca deixe os sacos sem acompanhamento: não só pode ser roubado, como ainda corre o risco de que sejam levados pela brigada de explosivos, para destruição imediata.

 

4. Não descure as refeições

A maior parte dos bares e restaurantes fecham durante a noite, pelo que deve precaver-se quando decidir dormir no aeroporto. Leve de casa ou adquira antecipadamente a comida e bebida necessárias.

Dica: consta que alguns vendedores mais altruístas oferecem a comida que sobrou durante o dia... se tem jeito e consegue simular um ar mais ou menos desesperado, pode sempre tentar a sorte.

 

5. Vista-se de acordo com o plano

Se vai dormir no aeroporto, vista-se de acordo com esse objetivo. A nossa sugestão? Camadas. Escolha roupas e calçado confortável e vá prevendo peças que possam ser colocadas ou retiradas de acordo com a necessidade.

Dica: tendo presente que o aeroporto é um local bastante frio durante a noite, coloque na sua mala de mão um pequeno cobertor, um casaco polar, um gorro e umas luvas.

 

6. Preveja algumas comodidades extra

Para que possa manter-se ocupado e, simultaneamente, bloquear algumas distrações que podem impedi-lo de dormir tranquilamente no aeroporto, leve consigo os seguintes elementos: uma máscara para dormir, que anula o efeito das luzes fluorescentes; tampões para os ouvidos ou earphones, que evitam o inevitável ruído do espaço; livros, laptops ou qualquer outro método destinado a ocupar o tempo; desinfetante ou toalhetes das mãos, para efeitos higiénicos.

Dica: seja discreto e esconda aparelhos digitais, revistas e livros para evitar acordar sem eles.

 

7. Não descure a higiene pessoal

Quando se opta por dormir em aeroportos não é comum acordar-se fresco e cheiroso. A solução ideal será recorrer a um verdadeiro chuveiro, que muitos destes espaços disponibilizam mediante o pagamento de um fee. No caso de não existir esta opção, pode ainda tentar pagar para utilizar a zona do ginásio/piscina do hotel do aeroporto ou o chuveiro de alguma das áreas lounge do mesmo.

Dica: se não for demasiado tímido, no caso de tudo falhar, pode sempre utilizar as casas de banho para se refrescar um pouco.

 

8. Tente divertir-se

Dormir em aeroportos pode não ser a experiência mais cómoda ou luxuosa do mundo, mas não deixa de ser uma experiência diferente e pode ser divertida. Só tem de manter uma atitude positiva e tentar explorar ao máximo a faceta aventureira da situação.


Em jeito de conclusão, podemos apenas referir que se é uma pessoa que gosta de viajar ou que viaja em trabalho, mais cedo ou mais tarde vai acabar por ter de dormir num aeroporto. Nessa altura, esperamos que as nossas dicas lhe sejam muito úteis e que a experiência se revele mais positiva do que negativa. Boa sorte e boas viagens!


Veja também: