AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

10 Dicas para quem tem de falar em público

Nem todos se sentem à vontade para falar em público, mas existem algumas dicas que o podem ajudar a ultrapassar esse obstáculo. Conheça algumas.

10 Dicas para quem tem de falar em público
Se tem dificuldade em falar em público este texto é para si.

Preparado para uma nova aventura profissional?Saber mais
Todos, a certa altura da vida, têm que falar em público. Seja na escola ou no trabalho, a probabilidade de ter que enfrentar uma audiência e falar em público (em apresentações ou reuniões, por exemplo) é muito grande. Mas se para uns é algo absolutamente natural, para outros pode ser uma experiência verdadeiramente aterradora. E por questões profissionais muitos são obrigados a encarar esse medo. Se é o seu caso conheça as nossas dicas para brilhar.
 

10 Dicas para falar em público

Já aqui falamos da importância da linguagem corporal e, ainda que na altura tenhamos focado nas entrevistas de emprego, este aspeto tem um forte impacto na generalidade da sua vida profissional, particularmente nas apresentações para grupos. E por isso, é importante que aprenda a controlar o nervosismo para ser capaz de transmitir a sua mensagem de forma clara e inequívoca. Ora veja.
 

1. Conheça o local da apresentação

Uma boa forma de controlar a ansiedade nas apresentações em público é conhecer o espaço onde vai estar. Se possível tente “dar um saltinho” à sala onde vai decorrer a sua apresentação e verifique se os equipamentos estão operacionais, analise a distribuições dos lugares e (até) treine a sua apresentação. Se estiver ambientado ao espaço vai sentir-se mais à vontade e descontraído.

 

2. Prepare-se para falar

Ou seja, prepare a sua apresentação. E não falamos dos materiais que vai apresentar (power-points, vídeos, etc.), falamos mesmo da sua apresentação oral. Mas atenção, não se pretende que decore um texto pré-elaborado e se limite a debitar a informação.

A ideia é que organize a informação que pretende apresentar, as suas notas, as suas ideias e a forma como perspetiva expô-las. Pratique com amigos, família ou em frente ao espelho. O que seja. Mas prepare-se e pratique. Esta preparação vai ser-lhe útil para ajustar os conteúdos da apresentação e a adaptá-los ao tempo que tem disponível. E mais, durante a apresentação tem que tentar manter toda a audiência atenta e focada (sem pressão!) e para isso nada melhor que estar devidamente preparado. Assim na “hora h” vai ser capaz de falar de forma fluída, espontânea e cativante.

Se preferir, pode ensaiar (ou memorizar, aqui pode) as primeiras falas – ou a “abertura” – da sua apresentação. Mas apenas o início. Isto vai ajudá-lo a ter o discurso na “ponta da língua”, de forma a poder começar a olhar para a sua audiência (e não para as suas notas) e, assim, transmitir uma ideia de segurança e confiança.

 

3. Seja natural

A naturalidade da sua apresentação é fundamental. Aliás, é uma das “regras de ouro” da boa comunicação. Um tom de voz demasiado monótono ou humor forçado, por exemplo, vão transparecer e vão distrair as atenções da sua audiência. Não queira ser uma personagem. A apresentação é sua, por isso seja você mesmo. Se conduzir a apresentação de forma “artificial” – digamos assim – a sua audiência pode duvidar das suas intenções e da mensagem que está a tentar transmitir. E depois, quanto mais natural for, mais confiante se vai sentir e parecer e – consequentemente – terá mais facilidade em criar uma ligação com a sua audiência.

 

4. Conheça o seu público

Cada apresentação varia de acordo com as pessoas que compõem a audiência. Por isso, se possível, tire alguns minutos ainda antes da apresentação para conhecer (ou saber mais) sobre o seu público. Além de lhe permitir ajustar a sua apresentação às características da audiência, vai ajudá-lo a relaxar.

 

5. Aposte em meios audiovisuais

Pense. Se tiver uma apresentação atrativa ou um vídeo interessante, por exemplo, durante grande parte do tempo (ainda que o estejam a ouvir) os olhares não vão estar centrados em si. E isso, só por si, já ajuda a aliviar a ansiedade.
 


6. Pare de tentar relaxar

Muitos pensam que tentar ficar calmo é a melhor forma de lidar com a ansiedade de falar para um público, mas existem já estudos que indicam que essa estratégia não funciona. Em vez disso, esses estudos sugerem que se reformule o nervosismo como excitação.

Os participantes desses estudos que anunciaram que se sentiam animados e/ou excitados foram vistos como mais persuasivos e competentes ao dar os seus discursos.



7. Fale consigo próprio

Pode sentir-se um maluco a falar consigo próprio, mas a verdade é que dizer ‘Tu consegues, Ana!” melhora a performance, mais do que se dissermos “Eu consigo!”. Ao dizermos “Eu consigo!” estamos apenas a tentar aumentar a nossa confiança, por isso resulta melhor quando utilizamos o nosso nome, mas falamos como se nos estivéssemos a dirigir a outra pessoa.
 


8. Mantenha uma atitude positiva

É uma dica óbvia, é certo, mas funciona. A atitude é focar-se no simples facto de que irá conseguir e, com a prática, o seu stress e nervosismo vai diminuindo.



9. Faça exercício na manhã da apresentação

De acordo com estudos, a prática de exercício físico pode ajudar a reduzir a ansiedade, alterando a resposta neurológica ao stress. Como? O stress positivo realizado pelo exercício prepara as células e as estruturas do cérebro, de modo a que ele conseguirá, posteriormente, gerir melhor outros tipos de stress.  



10. Prepare-se para o pior cenário possível

Para muitos, o chamado “pessimismo defensivo” ajuda a controlar os níveis de ansiedade e, consequentemente, o desempenho. O truque é simples. Pense no pior cenário possível e como poderia lidar com ele. Ao sentir-se preparado para tudo, irá sentir-se mais relaxado e menos ansioso.


Falar em público sem dificuldade

Ter uma boa postura, usar a linguagem correta ou ter notas sobre a apresentação consigo são outras das dicas que deve ter em consideração. Mas essas certamente já conhece. Agora só precisa de juntar as anteriores e aperfeiçoar a técnica. 
Faça mais pela sua carreira >>
Veja também: