9 dicas para poupar com material escolar

Hoje em dia as dicas para poupar fazem parte do dicionário diário. Com o regresso às aulas, aprenda também algumas dicas para poupar em material escolar.

9 dicas para poupar com material escolar
Já comprou material escolar? Conheça as dicas para poupar

Setembro é sinónimo de regressos. O regresso a casa das férias, o regresso ao trabalho e igualmente importante: o regresso às aulas. Ter tudo a postos para iniciar o ano letivo, requer uma logística que tem tanto de complexo como de dispendioso. Este ano esteja atento às nossas dicas para poupar em material escolar, de modo a sofrer um pouco menos nesta altura do ano.
 

Quanto custa o material escolar?

Na altura de escolher todo o material escolar, é importante ter em atenção algumas dicas para poupar. Segundo a DECO, cada estudante gasta cerca de €200 em material básico, excluindo computadores, calculadores, dicionários e manuais. Como tal, é imperativo conseguir poupar em material escolar para poder impedir que esta despesa arruíne o seu orçamento.
 

Algumas dicas para poupar

 

1. Não saia de casa sem fazer uma lista e um orçamento

Sabemos que é difícil resistir aos pedidos dos filhos, mas antes de sair de casa e se perder na imensa oferta que existe, e faça uma lista do que realmente precisa para poder entrar na loja e escolher apenas os produtos necessários, fugindo assim a compras desnecessárias que só iam esvaziar a carteira. 

Por sua vez, um orçamento é essencial para poupar em material escolar, ou seja no que for, e para poder gerir o seu dinheiro corretamente. Para conseguir poupar no regresso às aulas deve ter um bem definido.
 

2. Reutilize material que ainda esteja bom

Às vezes apetece, mas não é preciso comprar tudo novo todos os anos. Há muita coisa que se pode reutilizar de ano para ano. Verifique tudo o que tem em bom estado ou repetido, antes de sair de casa.

Pode aproveitar algum tempo do verão para fazer um inventário daquilo que tem em casa e que pode ser reutilizado no ano seguinte. Assim, setembro custa menos tanto por reduzir as despesas, como por ter menos trabalho.
 

3. Faça uma equipa com outros pais

Temos de nos ajudar uns aos outros. Em casa você pode não ter alguns materiais comprados no ano passado que possa reutilizar, mas outros pais de alunos da mesma escola podem ter, o que ajuda a poupar em material escolar. Pode vir a não conseguir, mas não custa nada enviar um email a cada um dos pais para se unirem no regresso às aulas – é uma altura difícil para todos.
 

4. Veja as promoções

É uma das dicas para poupar mais banais, mas também a mais útil. A verdade é que nesta altura há muitas promoções e é preciso estar atento. Compare diferentes promoções de estabelecimentos comerciais que estão já em campanha de regresso às aulas e que têm descontos em diferentes tipos de materiais. Com alguma ginástica, consegue vir a poupar bastante.
 

5. Compare preços

Vale sempre a pena perder algum tempo a comparar os preços dos folhetos de diversos estabelecimentos comerciais à procura do melhor negócio possível. Evite ir às compras à loja mais perto de casa, e faça os possíveis para ter o melhor preço em tudo o que comprar, pois assim é possível poupar em material escolar sem cortar no material a ser comprado.
 

6. Considere comprar online

As maravilhas que a internet tem para oferecer englobam também uma maior facilidade em poupar em material escolar. Ao comprar online, encontra algumas lojas que têm descontos exclusivos em livros escolares, que rondam os 10 e os 13%. Com a internet consegue também comparar preços com maior facilidade.
 

7. Opte por marcas brancas

É outra das dicas de poupança fundamentais e onde mais se poupa. Há muito material que não precisa de ser de marca e que as marcas brancas disponibilizam com qualidade. Analise bem toda a oferta do mercado.

Os seus filhos podem não gostar de material de marcas brancas, mas com alguma criatividade consegue decorá-los e fazer com que sejam até mais atraentes do que material mais caro de marca.
 

8. Use livros em segunda mão

Em Portugal, excluindo a Madeira, existem Bancos de Livros Escolares, onde pode recolher ou trocar livros gratuitamente. Apesar de já estarem usados, estes ajudam-no a pupar quantias volumosas em material escolar. Para encontrar bancos destes perto de si deve utilizar o site Reutilizar. Alternativamente, pode tentar falar com pais de alunos mais velhos que tenham utilizado os livros e já não precisam deles – de qualquer modo, o mais provável era serem arrumados e ganharem pó.
 

9. Não se esqueça de pedir recibo

Despesas de livros e manuais escolares devem ter recibos separados pois pode deduzir no IRS anual despesas em formação e educação. Apesar de ter um limite global de €800 nestas despesas, tem ainda esta vantagem.



Veja também: