9 dicas para quem gosta de estudar à noite

Faz noitadas entre os livros? Então vai querer conhecer as melhores dicas para quem gosta de estudar à noite e precisa de regular o sono.

9 dicas para quem gosta de estudar à noite
Vamos descobrir como ter hábitos mais saudáveis?

Fazer noitadas para estudar é um hábito de muitos estudantes. Se é o seu caso, pode dizer adeus aos maus hábitos de estudo. Temos dicas essenciais para quem gosta de estudar à noite e precisa de regular os horários do sono. O resultado: mais energia para encarar os livros, mais disposição para o dia-a-dia e, claro, melhores resultados. Vamos descobrir como mudar a rotina? Fique atento.

9 dicas para quem gosta de estudar à noite

dicas para quem gosta de estudar à noite

Sabia que regular o sono e estudar à noite é algo bastante menos complicado do que parece? Esqueça a sonolência na sala de aula e aposte nas nossas sugestões simples para regular o sono e, ainda assim, ter um horário noturno de estudos.

Para quem trabalha durante o dia, por exemplo, estudar à noite é a única opção para manter a matéria em dia. Mas, com as nossas dicas, vai conseguir manter a rotina, descansar com prazer e ter melhores resultados nas diversas áreas da vida – pessoal, profissional e académica.

Há uma série de boas práticas em que pode apostar para ter um sono regular e manter uma rotina de estudos até às 22h30. Para começar, avisamos: as nossas sugestões incluem bons hábitos alimentares e a prática regular de atividade física.

Vamos descobrir como estudar à noite e, ainda assim, ter um horário de descanso bem definido?

1. Não faça diretas

Sim, leu bem. A nossa primeira dica para equilibrar o sono, mantendo a saúde do corpo e da mente, é nunca fazer diretas a estudar. A primeira razão é simples de explicar: ficar uma noite sem dormir prejudica a saúde, favorece o stress e compromete as tarefas básicas do dia-a-dia. Se o seu horário é apertado, garanta que, no mínimo, descansa 6 horas à noite. Se tem apenas da meia-noite às 6 horas da manhã para dormir, durma.

Fazer diretas só aumenta o cansaço, reduz a capacidade de concentração e de memorização e aumenta os índices de corticosterona, a hormona do stress.

Tenha sempre em atenção que é durante as horas de sono que o nosso cérebro trabalha para armazenar as informações retidas durante o dia e que esta é uma condição essencial para os estudos.

2. Mantenha uma postura correta

Sabia que as horas de sono influenciam diretamente o relaxamento da musculatura? Isso acontece porque é durante o descanso da noite que libertamos a melatonina, uma hormona que promove o relaxamento. Manter uma postura correta durante as horas de estudo à noite é uma excelente forma de evitar o relaxamento da musculatura e adiar o sono por umas horas. Mas, atenção aos limites: defina um horário para fechar os livros e ir para a cama.

Se quer estudar à noite, não relaxe na cadeira e mantenha o ambiente bastante iluminado, pois, caso contrário, a vontade de dormir será maior.

3. Adote uma alimentação equilibrada

Depois das 18 horas, ingerir alimentos ricos em gorduras pode prejudicar o processo digestivo e dificultar a concentração – na altura dos estudos e, também, na hora de ir dormir. Escolha pratos leves e recheados de vegetais, peixes e frutas.

Também durante o período das aulas, a nossa dica é que aposte em frutas e barras de cereais para saciar a fome.

4. Não consuma alimentos ou bebidas estimulantes à noite

Qualquer bebida que contenha cafeína vai provocar insónia e ansiedade e, por isso mesmo, vai prejudicar o sono. Para além disso, deve ter em atenção que a cafeína tem um efeito prolongado no organismo: um café no início do dia vai estar presente no corpo até à noite.

Não é preciso excluir as bebidas com cafeína da sua rotina, pois, de vez em quando, estas podem mesmo ajudar a enfrentar uma noite necessária de estudos. Beba com moderação.

5. Sente-se na primeira fila da sala de aula

Um dos segredos para assimilar melhor os conteúdos, reduzir as horas de esforço em casa e evitar a sonolência é sentar o mais próximo possível do professor. Este hábito vai aumentar a sua capacidade de atenção e favorecer os resultados.

6. Movimente-se

Enquanto estiver a estudar à noite, para afastar o cansaço, movimente-se. Mexa os pés, levante-se para ir beber água ou mastigue uma chiclete. O segredo é manter o corpo em movimento, pois isso contribui para aumentar a circulação e ativar o cérebro.

7. Beba água e tome banhos frios

Hidratar-se é uma excelente forma de reduzir a sensação de sono. Para beber mais, tenha sempre água por perto enquanto estiver a estudar à noite, ou durante as aulas.

A água fria durante o banho também ajuda a despertar e, tal como referido, uma boa circulação mantém os níveis de concentração elevados. Nos dias em que sentir mais cansaço, opte por um duche frio antes de começar a estudar à noite, ou de manhã, antes de ir para as aulas.

8. Pratique exercício físico

A prática regular de atividade física, pelo menos duas vezes por semana, aumenta a produção de hormonas que oferecem a sensação de prazer, como a serotonina e a dopamina. Este super efeito promove noites de sono mais tranquilas e, claro, ajuda a descansar da melhor forma.

Pratique exercício físico pela manhã, à tarde ou, no máximo, até ao início da noite. Fazer exercício antes da hora de ir dormir estimula o organismo e atrasa o sono.

9. Durma bem

Cuide do quarto como um espaço sagrado. Faça o possível para ter um ambiente tranquilo e organizado, pois é importante que se sinta bem no espaço onde estuda e dorme. Relaxe durante o banho antes de se ir deitar e acredite que são esses pequenos detalhes que vão contribuir para que tenha um sono agradável e possa acordar com mais energia e boa disposição.

Lembre-se: o sono é um momento fundamental para a memorização dos conteúdos aprendidos durante o dia. Reconheça os seus próprios limites e respeite as necessidades do seu organismo. Não abra mão das horas de sono, se quer ter melhores resultados.

Ponha em prática as nossas dicas para estudar à noite

Agora que já tomou nota das nossas sugestões, é altura de as pôr em prática. Aproveite-as para vencer o sono à noite e conseguir estudar, mas também para ter mais tempo de descanso – e com mais qualidade.

Se estiver a preparar-se para a universidade, ou já frequenta um curso superior, não deixe de estar atento aos nossos artigos e saiba tudo sobre os mais diversos assuntos relacionados com o ensino superior.

Veja também: