AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

6 Dicas para trabalhar em casa

Trabalhar em casa não é para todos, mas pode ser para si, desde que saiba organizar-se. Estas dicas vão ajudá-lo.

6 Dicas para trabalhar em casa
São cada vez mais os profissionais a trabalharem em regime de teletrabalho.

Trabalhar em casa, tem tanto de confortável como desafiante. Não acredita? Então pense em todas as distrações ou os “ataques de preguiça” (por exemplo) que minam – constantemente – a produtividade dos profissionais que exercem funções neste regime. Para garantir que tudo corre pelo melhor e que a sua atividade progride é imperativo que introduza no seu dia-a-dia uma boa dose de organização. Veja como.
 

Trabalhar em casa: dicas para o sucesso!

Trabalhar em casa pode parecer um sono tornado realidade. Basta pensar que não tem que respeitar dress codes impostos pela empresa, pode definir os seus próprios horários, evita passar horas preso no trânsito, … enfim, há um sem fim de vantagens. Mas será que tudo é um “mar de rosas”? Não. A verdade é que é fundamental que estabeleça regras e rotinas diárias a si mesmo e (mais importante ainda) limites entre a sua vida pessoal (e caseira) e o seu trabalho. Para que trabalhar a partir de casa seja uma opção de sucesso para si, aqui ficam algumas dicas que o vão ajudar a “manter-se na linha” e motivado durante os dias de trabalho.

 

1. Crie ou defina o seu espaço de trabalho

E falamos mesmo de um espaço dedicado exclusivamente ao seu trabalho. Aquele que será o seu gabinete ou escritório em casa; sua “base de operações”. Não precisa de ser uma divisão inteira, pode ser apenas um pequeno espaço, mas é fundamental que esteja munido de todos os materiais que necessita para desempenhar as suas funções. Esta divisão clara vai ajudá-lo a “desligar-se” do trabalho no final do dia e a passar para a sua rotina familiar, mantendo assim um equilíbrio e uma separação entre o trabalho e a vida pessoal.

 
Quer saber mais?
Receba as nossas melhores dicas no seu e-mail. Registe-se no E-Konomista. Diariamente, levamos até si a informação de emprego mais relevante.

2. Estabeleça um horário de trabalho

Se já tem um espaço de trabalho, agora há que criar um horário – fixo – de trabalho, de preferência aquele em que sente que é mais produtivo e que obtém os melhores resultados. Ninguém diz que tem de ser das 9 às 18, o que importa é que cumpra um horário de entrada e saída do trabalho (independentemente da sua escolha) para que a tal separação entre a vida privada e profissional seja notória.

 

3. Vista o papel de profissional

Já deve ter percebido que é importante criar algumas rotinas para ser bem-sucedido a trabalhar a partir de casa. E da mesma maneira que precisa de um espaço de trabalho e de um horário estabelecido, deve cumprir alguns “rituais” para evitar entrar numa espiral de procrastinação. O ideal é que faça tudo como se estivesse a preparar-se para sair de casa e ir para o trabalho. Acorde, tome banho, vista-se para o trabalho. E nada de roupas demasiado confortáveis, ou quando der por si está a sofrer um “ataque de preguiça aguda” e deitado no sofá.

 

4. Mantenha o contacto frequente com o seu empregador ou colegas

Se está a trabalhar a partir de casa (no chamado regime de teletrabalho) não tem contacto direto com o seu empregador ou os seus colegas (ou pelo menos não os vê com tanta frequência), mas é importante que os recorde onde está e que podem contar com a sua colaboração. Por isso, trate de manter contacto virtual frequente com eles. Coisas simples como um email de confirmação de receção de materiais ou informações, contacto telefónico ou via Skype para acompanhar a evolução de um determinado projeto, etc. A ideia é que se mostre acessível e disponível ao longo do dia.

 

5. Faça uma pausa

De nada lhe adianta estar sentado em frente ao computador se não está a ser produtivo. Uma pausa para almoço ou café (nem que seja apenas por alguns minutos) vai ajudá-lo a relaxar e “recarregar baterias” para o trabalho que ainda tem para fazer. Mas claro, sem exageros. Crie períodos de pausa no seu horário de trabalho (aquele que sugerimos logo no início), para evitar perder demasiado tempo e ficar com trabalho pendente.

 

6. Mantenha um registo do seu trabalho

Com este registo pode não só manter informado o seu empregador sobre os trabalhos concluídos ou o ponto de situação dos trabalhos que tem em mãos, mas também vai ajudá-lo a avaliar o seu desempenho, bem como a perceber quais os trabalhos pendentes e quais os ajustes necessários para melhorar o seu desempenho e produtividade.

 

Seja o melhor até em casa

Trabalhar em casa em – como tudo na vida – vantagens e desvantagens. O segredo para ter sucesso reside na sua organização e na capacidade de encontrar o balanço entre a vida privada e profissional.
Dois minutos chegam para concorrer ao emprego dos seus sonhos >>
Veja também: