Publicidade:

17 dicas para uma alimentação saudável e sem gastar muito

Partilhamos consigo 17 dicas para uma alimentação saudável e sem gastar muito, para provar que é possível comer bem e não sobrecarregar o orçamento familiar.

17 dicas para uma alimentação saudável e sem gastar muito
Dicas saudáveis e económicas

Para a maioria das pessoas que deseja poupar, a comida é o primeiro ponto onde se procura reduzir custos. A parte difícil é descobrir como fazê-lo sem abdicar da qualidade e mantendo um regime alimentar equilibrado. A pensar nisso, mostramos-lhe 17 dicas para uma alimentação saudável e sem gastar muito.

Comer bem e barato: 17 boas dicas de alimentação saudável

Este é provavelmente um dos temas que mais o preocupa: como poder comer bem, de forma equilibrada e não gastar uma fortuna? Após analisar as nossas dicas para uma alimentação saudável e sem gastar muito verá como é mais simples do que imagina.


1. Compre as leguminosas secas e avulso

leguminosas

Os produtos já cozidos ou embalados são bem mais caros do que comprar secos e avulso, ou seja, na quantidade que desejar. Podem ser conservados em casa durante semanas a fio, ou pode demolhar, cozer e depois congelar para utilizar quando tiver necessidade.

2. Cultive as ervas aromáticas

Pode não ter muito espaço na cozinha, mas, atualmente, há muitas floreiras práticas e que se adequam aos espaços disponíveis. Desta forma, poderá cultivar as ervas aromáticas que mais gosta e terá sempre ingredientes frescos.

3. Compre os legumes frescos avulso

O mesmo conselho que demos para as leguminosas pode ser aqui aplicado. Além disso, não consegue ter a perceção total do estado em que se encontram os legumes embalados.

4. Compre as especiarias avulso

especiarias

Compre frascos de vidro pequenos e coloque etiquetas identificativas e terá aqui utensílios que poderão durar vários anos. Depois é só ir comprando as especiarias avulso, consoante os gostos e necessidades. Fica bem mais barato.

5. Aproveite bem os alimentos

Por que não cozer a cenoura com a casca para fazer sopa? Ou então lavar bem e triturar a casca da abóbora ainda com um pouco do miolo? São truques que permitem rentabilizar os alimentos e evitam o desperdício alimentar. Nestes casos, atente aos tempos de cozedura que deverão ser mais prolongados.

6. Faça a sua própria granola

É um alimento que está na moda, pelo sabor, propriedades nutritivas e pela facilidade de consumo. Mas bem sabemos como pode ser dispendioso. Compre uma embalagem de flocos de aveia, junte os frutos secos ou sementes que mais gostar, adicione uma colher de mel, misture bem e leve ao forno durante cerca de 15 minutos, mexendo a cada cinco minutos. Já começa a perceber como são boas as dicas para uma alimentação saudável e sem gastar muito?

7. E por que não fazer, também, as bebidas vegetais?

bebida vegetal

Um litro de bebida vegetal de amêndoa pode custar, em média, dois euros e irá durar, no máximo, uma semana. Então siga a nossa dica: faça leite em casa. Só precisa de água e amêndoas. Ou avelãs ou aveia, dependendo da bebida que deseja preparar.

8. Opte pelas embalagens grandes de iogurtes

Se é fã deste alimento ou é algo que é consumido em larga escala aí em casa, ficará bem mais económico se comprar as embalagens maiores de iogurtes.

9. Evite comprar carne e peixe já partido

Pois ficará mais caro. Além disso, poderá sempre aproveitar os restos para fazer risotos, canja ou caldos.

10. Planeie as refeições com antecedência

planear refeições

Uma das melhores dicas para uma alimentação saudável e sem gastar muito que lhe podemos dar é que antes de ir às compras planeie as próximas refeições e faça uma lista exata do que precisa comprar. E restrinja-se a essa lista, para evitar despesas desnecessárias.

11. Aproveite as promoções

Uma das poucas exceções à regra anterior é precisamente esta: aproveita as promoções mas apenas de forma inteligente, ou seja, compre produtos eu realmente consome e compre em mais quantidade os bens não perecíveis.

12. Cozinhe mais em casa

É bastante agradável ir almoçar ou jantar fora, mas com isso gasta mais dinheiro e poderá não estar a comer de forma tão saudável quanto deveria. Além disso, poderá fazer do hábito de cozinhar uma atividade em família.

13. Leve marmita

marmita

Nos dias de trabalho, opte por levar marmita. Ao cozinhar em casa, faça-o em maiores quantidades para poder levar as sobras no dia seguinte para o trabalho. Poupará dinheiro, comerá de forma saudável e ainda poderá conviver com os colegas de trabalho num ambiente mais descontraído.

14. Não vá às compras com fome

Caso contrário, terá mais tendência a comprar por impulso, o que significa que além de comprar coisas que não constem da lista de compras poderá cair no erro de adquirir alimentos menos saudáveis.

15. Não tenha medo das marcas brancas

As marcas brancas ou genéricas apresentam preços mais simpáticos e de grande qualidade. Não tenha medo de optar por estes artigos, apenas por estar habituado a determinadas marcas. No entanto, leia as listas de ingredientes para se certificar de que não se trata de um produto de qualidade inferior ao que está acostumado.

16. Compre produtos de época

Seja no caso dos legumes ou no caso das frutas, comprar os produtos de época é geralmente mais barato. E pode comprar em grandes quantidades e congelar para utilizações futuras.

17. Cultive alguns produtos

Se tiver espaço e tempo para cultivar alimentos em casa, esta é uma excelente ideia para poupar dinheiro e comer de forma saudável. Falamos de ervas, batatas, tomates, cebolas e muitas mais culturas deliciosas, cujas sementes podem ser adquiridas a preços muito em conta.

Ao mudar pequenos hábitos da sua rotina de compras, não é uma tarefa impossível ter uma alimentação mais equilibrada e ser mais poupado. Siga as nossas dicas para uma alimentação saudável e sem gastar muito e mude a sua vida para melhor!

Veja também: