Publicidade:

11 dicas para visitar uma grande cidade

Os preparativos para conhecer uma cidade cosmopolita são sempre excitantes. Descubra 11 sugestões para explorar uma grande cidade ao máximo.

11 dicas para visitar uma grande cidade
Aproveite a visita a uma grande cidade da melhor maneira

Quando moramos num grande centro urbano ou na mais pequena e acolhedora aldeia no campo, os preparativos para vir a conhecer uma cidade cosmopolita bem maior são sempre excitantes. Se esta for no nosso próprio país ou no estrangeiro.

Independentemente do país, a oferta será sempre enorme em termos de atividades, museus, eventos, gastronomia… Por isso, um bom planeamento para aproveitarmos o melhor possível a viagem é essencial.

As sugestões que vai encontrar nesta página podem ser determinantes para o ajudar a explorar uma grande cidade. Sem stress. Afinal, está de férias!

Como aproveitar a visita a uma grande cidade da melhor maneira


Decida o número de dias

Este passo deverá ser tomado ainda antes de comprar os bilhetes de avião (se for o caso). É claro que, de qualquer forma, os seus dias de férias não vão esticar. Mas é importante termos noção de quantos queremos gastar no destino em causa.

Já que cada pessoa é diferente, o ideal é ser o próprio a descobrir quais os locais a visitar de acordo com os seus interesses. Encontre sites oficiais das cidades e roteiros escritos por bloggers de viagens que também já lá estiveram.

Peça opiniões de outros viajantes em grupos de Facebook. Este tipo de comunidades tem sempre pessoas dispostas a ajudá-lo com base na experiência. Conseguir encontrar alguém que vive ou já viveu no seu próximo destino seria excelente! Finalmente, se preferir o papel, compre um bom guia da cidade.

Depois de explorar as fontes referidas acima, filtre toda a informação e adapte-a ao seu estilo de viagem. Seja como for, tenha sempre em conta que não vai querer andar a correr de museu em museu e que será impossível ver tudo em poucos dias. Descontraia. Se esta passar a ser a sua cidade de eleição, poderá sempre voltar com mais tempo ou mostrá-la a familiares e amigos.

Descubra eventos

Este ponto está intimamente relacionado com a sugestão anterior e é novamente decisivo para o tempo total da viagem. Investigue bem quais os eventos a decorrer na data da sua viagem, de acordo com os seus interesses já existentes ou com algo que lhe chama a atenção e pretende ficar a conhecer.

Os eventos podem ser de natureza internacional (exposições de automóveis, motas, design, tecnologia…), relacionados com a cultura pop e arte (cinema, música, fotografia,…) ou mais relacionados com a cidade e o país em si (gastronomia, festivais, mercados…).

Estes últimos são, inclusivamente, uma maneira excelente de vivenciar a cultura local autêntica, já que, na maioria das ocasiões, vai poder aí encontrar essencialmente as pessoas locais e não turistas.

Parque Monbijou, BerlimParque Monbijou, Berlim

Não planeie cada segundo

É crucial que não planeie cada segundo da sua incursão por uma grande cidade. Porque não vai querer andar sempre a correr de um lado para o outro como se estivesse em período de trabalho e porque, de forma não intencional, encontrará certamente lugares fantásticos (ou eventos) onde vai querer passar mais tempo. Daqueles que não vêm nos guias que leu porque só você os descobriu!

Para além disso, é perfeitamente possível que faça novos amigos com quem quer trocar histórias de viagens passadas enquanto tomam uma bebida numa esplanada ou num acolhedor café/restaurante.

Imprevistos tais como uma mudança inesperada nas condições meteorológicas também podem acontecer. Mais uma razão para ser sempre flexível em viagem (e na vida) e deixar a agenda idealizada menos preenchida. De certeza que não vai ter dificuldades em preenchê-la quando já estiver rodeado da vida que caracteriza as grandes metrópoles.

Conheça o mapa da cidade antes de partir…

…e use o Google Maps no seu smartphone. Ter uma ideia mais ou menos clara das distâncias e das direções a seguir torna-se uma ajuda preciosa em momentos de tomada de decisões rápidas. Poupará sempre bastante tempo se souber para que lado fica o próximo ponto a visitar ou o seu hotel.

perdido nas ruasPerdido nas ruas menos turísticas de Veneza

Perca-se!

Contrariando propositadamente a sugestão anterior, assim do nada, saia numa estação qualquer do metro e deixe-se levar pela sua intuição! Vire a próxima esquina e veja onde vai dar. Opte pelo caminho mais longo. Nem tudo está nos guias!

Evite os locais mais turísticos

É claro que os turistas vão estar igualmente nas áreas que envolvem os pontos de interesse que também decidiu visitar. Contundo, parte do encanto de descobrir a “verdadeira” cidade é ir até aos bairros onde as pessoas vivem e ficar a conhecer um pouco da sua rotina.

Mercado em LiublianaMercado em Liubliana

Ande a pé

Para se deslocar, nada melhor do que caminhar. É um bom exercício e permite estar em contacto com a cidade na sua plenitude, em vez de andar só a saltitar do ponto A para o B e para o C. Faça parte da vida que corre pelas ruas.

É claro que, em certas alturas, pode usar o metro para cobrir grandes distâncias (faça-o apenas quando sair ou regressar ao hotel). Ou, talvez, porque este é algo histórico que faz parte do seu imaginário como os de Londres ou Nova Iorque. Experimente igualmente um double decker londrino, por exemplo. Contudo, regra geral, caminhe.

Alugue uma bicicleta

Pedalar é uma ótima alternativa a andar a pé. Vai continuar a poder ver tudo à sua volta, assim como parar onde e quando quiser. Mas terá também a hipótese de percorrer distâncias maiores mais rapidamente ou sentir-se um verdadeiro habitante de lugares como Berlim ou Copenhaga, onde este meio de transporte está tão presente.

Esquilo no Parque Lazienki VarsoviaEsquilo no Parque Lazienki, Varsóvia

Explore as ruas ao nascer do sol

Há algo de mágico na energia que se sente ao início do dia. É nesta altura que as ruas ganham novamente vida com os lojistas a preparem os seus estabelecimentos, as pessoas a saírem para os empregos ou a fazerem jogging. As fotografias que tirar vão ficar com uma luz incrível. E os monumentos sem multidões!

Experimente a comida

Um dos maiores prazeres da vida é… comer! Aceite sempre o desafio de provar novos sabores em grandes cidades, sejam os tradicionais do país ou aqueles que são provenientes de distintos lugares no mundo. Não vai gostar de uns. Mas vai adorar outros.

Não deixe de experimentar a comida de rua. Confie no paladar dos locais. Se fazem fila é porque, normalmente, a relação preço-qualidade é a melhor.

Vendedora de Bretzel perto da Catedral de BerlimVendedora de Bretzel perto da Catedral de Berlim

Encontre a vida selvagem nos parques

Há sempre, pelo menos, um grande espaço verde que serve como pulmão da cidade e onde as pessoas se reunem nos momentos de lazer. Por vezes, existem mesmo múltiplos parques. Em cada um deles, poderá haver imensas aves, esquilos, raposas, etc. Divirta-se a encontrá-los!

Veja também:

Luís Seco Luís Seco

Autor do blog FotoViajar e do Visit Évora, que criou com o intuito de dar a conhecer a sua cidade e a singular região do Alentejo. Embora enquanto mais jovem não tivesse o hábito viajar, hoje em dia a curiosidade de saber o que existe e como se faz noutros lugares levam-no a estar sempre a pensar em viagens. Gosta especialmente de road trips mas é igualmente fã de cidades cosmopolitas e daquelas que marcaram a História.