9 dicas úteis para consumidores compulsivos

Se sempre que vê algo de que gosta não resiste em comprar (mesmo sabendo que não precisa), não deixe de ler as estas 9 dicas para consumidores compulsivos. A sua carteira agradece.

9 dicas úteis para consumidores compulsivos
Pequenos gestos que vão salvar o seu dinheiro

Costuma ‘’curar’’ situações de desapontamento ou ansiedade com idas às compras? Os seus hábitos de consumo já despoletaram discussões com amigos ou familiares? Sente-se perdido sem os cartões de crédito e eufórico quando efectua uma compra? Estas dicas para consumidores compulsivos vão ajudá-lo a acabar com os gastos desnecessários.


Conheça 9 hábitos para lidar com o dinheiro de forma mais saudável:


Saiba o que desencadeia a necessidade de comprar

Antes de mais, é necessário ir à raiz da questão e saber qual o gatilho que despoleta a urgência em comprar. Costuma fazê-lo quando se sente ansioso, deprimido, entediado? Perceber quais os estados de espírito que mais contribuem para gastar dinheiro é um bom começo para controlar o problema.


Diga adeus aos cartões de crédito...

Não vai ser fácil, mas é essencial que o faça - é altamente provável que gaste mais quando paga com cartão de crédito. A consciência de que estamos a gastar dinheiro é ampliada quando temos, efetivamente, de tirar os euros da carteira para fazer o pagamento. O dinheiro é menos real num cartão de plástico, assim como é menos real a noção de despesa quando esta não é imediatamente sentida.


...e evite usar o cartão de débito

Se é um consumidor compulsivo precisa de reconstruir, na sua mente, a conexão entre adquirir um bem e gastar dinheiro nesse mesmo bem. Não há nada que o ajude mais a estabelecer essa relação do que pagar em dinheiro vivo. O mesmo se aplica aos cheques, que devem ser evitados.


Rastreie todos os gastos

Não importa se o faz com papel e caneta ou com o último software de finanças pessoais, desde que o faça. Muitas vezes não estamos, de todo, cientes de quanto gastamos na realidade. Adotar este hábito vai ajudá-lo a colocar as suas despesas em perspetiva e a detetar os padrões de consumo que estão a provocar maior dano. Aproveite para conhecer algumas apps que o vão ajudar a fazer este controlo.


Afaste-se das tentações

Evite os sítios onde habitualmente gasta dinheiro. Se a sua fraqueza é música, restrinja as suas visitas à loja a uma vez por mês. Vá ver montras fora do horário de funcionamento. Faça unsubscribe das newsletters das suas marcas preferidas de forma a não ser bombardeado com promoções constantes. Antes de ir ao supermercado, faça uma lista. As listas são especialmente importantes para evitar gastos desnecessários, pois o ato de escrever funciona, inconscientemente, como um sinal de compromisso, tornando-se mais difícil cair na tentação de comprar o que não precisa.


Espere 20 minutos até decidir uma compra

Quando vemos algo que queremos muito, é despertada uma sensação de euforia que não nos deixa pensar claramente e distinguir um capricho de uma necessidade. De forma a contornar a urgência em comprar, espere 20 minutos antes de tomar qualquer decisão. Este é o tempo de que o cérebro leva até “voltar ao normal” e é, também, o tempo de que a maior parte das pessoas necessita para perceber que efetivamente não precisa daquele artigo. Por isso já sabe, espere 20 minutos… e poupe muito dinheiro.


Faça inventários das suas coisas

Constantemente. Esta é uma dica especialmente boa para consumidores compulsivos. Se o seu vício é roupa, force-se a rever os seus armários com frequência. Este gesto vai relembrá-lo das coisas em que gasta o seu dinheiro, para além de evitar que repita determinadas compras e acabe por adquirir algo igual ao que já possui (e que talvez ainda nem tenha estreado).


Quer saber mais?
Receba as nossas melhores dicas no seu e-mail. Registe-se no E-Konomista. Diariamente, levamos até si a informação mais relevante.

Encontre alternativas mais saudáveis

Explore novos propósitos para sair de casa e passar tempo sozinho, bem como novas formas de socializar com os seus amigos. Vá correr, dançar, aprender uma língua nova, experimentar aquela aula no ginásio ou o clube de leitura de que lhe falaram. Um novo grupo social - que não esteja focado em comprar e gastar - é uma excelente forma de se distrair das lojas. Porque não adere ao MeetUp e se junta a uma causa/atividade que o entusiasme?


Conte com os seus amigos e família

Não se isole - é mais difícil lidar com o vício, seja ele qual for, quando estamos sozinhos. Procure o apoio da família ou daquele amigo que não o vai deixar gastar mais do que necessita quando forem ao shopping. Vai ver que seguir estas dicas para consumidores compulsivos será bem mais fácil!


Veja também: